Quatro histórias de terras perdidas: modernização agrária e privatização de campos comuns em Minas Gerais

Eduardo Magalhães Ribeiro, Flávia Maria Galizoni

Resumo


Este artigo analisa histórias de privatização de terras comuns em quatro regiões de Minas Gerais. Ele reúne resultados de várias pesquisas e descreve o uso e as normas costumeiras que regulavam o acesso a terra, as dinâmicas da privatização e as circunstâncias que influíram para que um mesmo processo revelasse efeitos distintos nessas áreas transformadas.

 


Palavras-chave


cerrado; agricultura familiar; modernização agrária; agronegócio; Minas Gerais.

Texto completo:

PDF (PORTUGUÊS)

Referências


ALMEIDA, A.W.B. Terras tradicionalmente ocupadas – processos de territorialização e movimentos sociais. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais. Vol 6, n.1, 2004.

ALTIERI, M. Agroecologia: as bases científicas da agricultura alternativa. Rio de Janeiro: PTA/FASE, 1989.

BOSI, E. Memória e sociedade: lembrança de velhos. São Paulo: TA Queiroz, 1979.

BRITO, F.; SOUZA, J. de. Os emigrantes: Minas no contexto das migrações internas no Brasil. Anais do VII Seminário sobre a Economia Mineira, Diamantina, 1995.

CAMARANO, A.A.; ABRAMOVAY, R. Êxodo rural, envelhecimento e masculinização no Brasil. Anais do Encontro Nacional sobre Migração. Curitiba: IPARDES/FNUAP, 1998.

CAMPO, Companhia de Promoção Agrícola. Relatório de Atividades. Mimeog, Belo Horizonte, 1982.

CHAVES, L.; ARAÚJO, L.; AMADO, J. Eloy: morre uma voz, nasce um grito. Belo Horizonte, Segrac, 1985.

COIMBRA, R. Agricultura no Cerrado. In: FERRI, M.G. (coord.) Simpósio sobre o Cerrado. São Paulo: Edgar Blucher/Edusp, 1971.

CPT, Comissão Pastoral da Terra. Para onde vão os nossos alimentos? Belo Horizonte: Segrac, 1985.

DINIZ, C.C. Estado e capital estrangeiro na industrialização mineira. Belo Horizonte: UFMG/PROED, 1981.

DULCI, O.S. Política e recuperação econômica em Minas Gerais. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1999.

FERRI, M.G. A vegetação dos cerrados brasileiros. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: Edusp, 1973.

FERRI, M.G. IV Simpósio sobre o Cerrado: bases para a utilização agropecuária. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: Edusp. 1977.

FRANÇA, M. O Cerrado e a evolução recente da agricultura capitalista – a experiência de Minas Gerais. Dissertação (ms.). Cedeplar/UFMG, 1984.

GALIZONI, F.M. Águas da vida. Campinas: Tese (doutorado). IFCH/Unicamp, 2005.

GOODLAND, R. Oligotrofismo e alumínio no cerrado. In: FERRI, M.G.(org) III Simpósio sobre o Cerrado. São Paulo: Edgar Blucher/Edusp, 1973.

GRAZIANO DA SILVA, J.F. A modernização dolorosa. Rio de Janeiro: Zahar, 1982.

IPEA, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Aproveitamento atual e potencial dos cerrados. Estudos para o planejamento. Rio de Janeiro, 1(2), 1973. JICA, Japan International Cooperation Agency. Estudo de desenvolvimento regional de três estados. Relatório Final (sumário), mimeografo, 1979.

LUZ, C.; DAYRELL, C. Cerrado e desenvolvimento: tradição e atualidade. Montes Claros, CAA/Rede Cerrado, 2000.

MATTEI, L. Políticas de apoio ao desenvolvimento da agricultura familiar no Brasil: o caso recente do Pronaf. Revista Econômica do Nordeste, vol. 38, n. 1, jan-mar 2007.

MOURA, M.M. Os herdeiros da terra. São Paulo: Hucitec, 1978.

MOURA, M.M. Os deserdados da terra. Rio de Janeiro: Bertrand, 1988.

PAIVA, R.M. A agricultura no desenvolvimento econômico: suas limitações como fator dinâmico. Rio de Janeiro: IPEA/INPES, 1979.

RIBEIRO, E.M. Os fazendeiros da cultura: a fazenda tradicional e a modernização agrícola na região mineira dos cerrados. Dissertação (mestrado), IFCH/Unicamp, 1986.

RIBEIRO, E.M. Vaqueiros, bois e boiadas. Estudos Sociedade e Agricultura. Rio de Janeiro, n. 11, 1998.

RIBEIRO, E.M.; GALIZONI, F.M.; ASSIS, T.P. Os caminhos de São Paulo. Revista Brasileira de Estudos da População. 21(2), jul-dez 2004.

ROSA, J.G. Corpo de baile. Rio de Janeiro: José Olympio, 1969.

RURALMINAS, Fundação Rural Mineira. O trabalho da Ruralminas. Belo Horizonte, mimeog, 1979.

SHIKI, S. O futuro do Cerrado: degradação versus sustentabilidade e controle social. Rio de Janeiro:

FASE, Cadernos Temáticos, n. 2, 2000.

SOARES, L.E. Campesinato: ideologia e política. Rio de Janeiro: Zahar, 1981.

STRALLEN, C.J. van. A capitalização do campo e as políticas de saúde. Belo Horizonte, mimeografo, 1980.

THOMPSON, E.P. Costumes em comum. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

WARMING, E. Lagoa Santa. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: Edusp, 1973.

WOORTMANN, E.F. e WOORTMANN, K. O trabalho da terra. Brasília, Editora UnB, 1997.

WWF, Fundo Mundial para a Natureza. De grão em grão, o Cerrado perde espaço. Brasília: WWF, 1995.




DOI: http://dx.doi.org/10.22296/2317-1529.2007v9n2p115

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS URBANOS E REGIONAIS - REV. BRAS. ESTUD. URBANOS REG. (Online)

ISSN: 2317-1529 (eletrônico); 1517-4115 (impresso)

 

Indexadores, Repositórios e Bases de dados:

                              


Redes Sociais: 


Licenciada sob uma Licença Creative Commons:

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia