Das cooperativas autofinanciadas às construtoras e incorporadoras de capital aberto: a ampliação do mercado habitacional

Carolina Maria Pozzi de Castro, Lúcia Zanin Shimbo

Resumo


Este artigo analisa as principais alterações e permanências que ocorreram na produção habitacional voltada para os estratos médio e médio-baixo da população, promovida pelas cooperativas autofinanciadas da década de 1990 e pelas empresas construtoras e incorporadoras de capital aberto dos anos 2000 na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). Em especial, enfatizamos algumas questões relacionadas ao padrão de lançamentos residenciais, à estrutura produtiva e de financiamento e ao impacto dessa produção no conjunto da dinâmica imobiliária metropolitana. Partimos do argumento de que a formação de um padrão econômico, inicialmente proposto pelas cooperativas autofinanciadas e, posteriormente, potencializado pelas empresas financeirizadas com forte apoio estatal, tornou-se fundamental para a consolidação de um mercado habitacional e para a elevação da atividade imobiliária em períodos recentes.

 


Palavras-chave


habitação; mercado habitacional; política habitacional; cooperativas; autofinanciamento; empresas construtoras; capital financeiro.

Texto completo:

PDF (PORTUGUÊS)

Referências


ARAGÃO, M.; CANÇADO, P. Brascan assume o controle da Company. O Estado de São Paulo, São Paulo, 11 set. 2008. Negócios, p.B18.

BALL, M. Critical commentary. Cities and housing markets: changes and continuities in the aftermath of the 2007-08 world financial crisis. Urban Studies, n.47 (5), maio 2010.

BALL, M. Recent Changes in housing provision in Europe and the USA. Workshop Habitação: como ampliar o mercado? São Paulo, Laboratório de Habitação e Assentamentos Humanos e Lincoln Institute of Land Policy, 1997 (mimeo).

BLANCO, M. Construção capitalizada. Construção Mercado, São Paulo, ano 61, n. 79, fev. 2008, p.19.

BOTELHO, A. O urbano em fragmentos: a produção do espaço e da moradia pelas práticas do setor imobiliário. São Paulo: Annablume; Fapesp, 2007.

BRASIL. Ministério das Cidades. Política Nacional de Habitação. Brasília: Ministério das Cidades, 2004.

CARLOS, A. F. A. A metrópole de São Paulo no contexto da urbanização contemporânea. Estudos Avançados, v. 23, n. 66, 2009, p.303-14.

CASTRO, C. M. P. A explosão do autofinanciamento na produção da moradia em São Paulo nos anos 90. Tese (Doutorado em Estruturas Ambientais Urbanas) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.

EMBRAESP. Informativos Imobiliários – Relatórios Anuais de 1993 a 1997.

EMBRAESP. Relatório Anual 2008. São Paulo: Embraesp, 2008.

FARIA, R. Torres econômicas. Portal PINIweb. 30 jan. 2008a. Disponível em: . Acesso em: 3 out. 2008.

FIX, M. São Paulo Cidade Global: fundamentos financeiros de uma miragem. São Paulo: Boitempo, 2007.

IBGE. Pesquisa Anual da Indústria da Construção. v. 16, 2006. Rio de Janeiro: IBGE, 2006.

LIMA JR., J. R. IPOs das empresas brasileiras de real estate: a questão da valuation. In: Seminário Internacional da Latin American Real Estate Society, 8, 2007, São Paulo – SP. Anais... São Paulo: LARES, 2007.

MARICATO, E. A nova Política Nacional de Habitação. O Valor, São Paulo, 24 nov. 2005.

MARQUES, E. C. L. A dinâmica imobiliária de incorporação em período recente. In: MARQUES, E. C. L.; TORRES, H. (Orgs.) São Paulo: segregação, pobreza urbana e desigualdade social. São Paulo: Ed. Senac, 2005.

MELO, M. A. B. C. Estruturação intra-urbana, regimes de acumulação e Sistemas Financeiros de Habitação: Brasil em perspectiva comparada. Espaço e Debates, ano X, n.31, 1990, p.37-51.

NERI, M. C. (coord.) A nova classe média. Rio de Janeiro: FGV/IBRE, CPS, 2008. OLIVEIRA, F. Os direitos do antivalor: a economia política da hegemonia imperfeita. Petrópolis: Vozes, 1998.

PAULANI, L. Brasil delivery: servidão financeira e estado de emergência econômico. São Paulo: Boitempo, 2008.

SHIMBO, L. Z. Habitação Social, Habitação de Mercado: a confluência entre Estado, empresas construtoras e capital financeiro. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) – Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2010.

SIGOLO, L. M. O aquecimento recente do mercado formal de moradia no Brasil e seu espelhamento em Diadema. In: Encontro Nacional da Anpur, 13, 2009, Florianópolis – SC. Anais... Florianópolis: ANPUR, 2009. (CD-ROM).

SINDUSCON/SP. Sumário Econômico. São Paulo, ago./96 e ago./97.

VOLOCHKO, D. A produção do espaço urbano e as estratégias reprodutivas do capital: negócios imobiliários e financeiros em São Paulo. São Paulo: Labur Edições, 2007.

WISSENBACH, T. C. A cidade e o mercado imobiliário: uma análise da incorporação residencial paulistana entre 1992 e 2007. Dissertação (Mestrado em Geografia Humana) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.22296/2317-1529.2010v12n2p53

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS URBANOS E REGIONAIS - REV. BRAS. ESTUD. URBANOS REG. (Online)

ISSN: 2317-1529 (eletrônico); 1517-4115 (impresso)

 

Indexadores, Repositórios e Bases de dados:

                            


Redes Sociais: 


Licenciada sob uma Licença Creative Commons:

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia