O prefeito Graciliano Ramos pelo olhar da Gestão Urbana contemporânea | Brazilian Mayor and writer Graciliano Ramos through the eyes of the contemporary urban management

Clovis Ultramari, Mario Procopiuck, Manoela Massuchetto Jazar

Resumo


Este artigo integra uma pesquisa relativa à transferência de ideias sobre cidades em distintos níveis temporais e geográficos. Aqui, procedeu-se à crítica dos relatórios da gestão do prefeito Graciliano Ramos, em Palmeira dos Índios, Alagoas, nos anos 1920, e seu uso como referência de ideal para gestores municipais de nossa atualidade. Discute-se: 1) o conceito de transferência de ideias em recortes temporais, como nos chegam e como se atualizam aquelas entendidas como corretas em tempos pretéritos; e 2) a referência acrítica feita, pelo gestor atual, da prática utilizada por Graciliano. Apoia-se em referencial teórico, leitura crítica dos relatórios, levantamento bibliométrico e surveys. A análise é qualitativa. As conclusões reiteram a importância do trabalho do prefeito limitada ao seu tempo histórico, porém sugerindo um estranhamento frente à sua permanência como modelo de gestão municipal e à superficialidade, intencional ou não, de como essa referência é feita contemporaneamente.

Palavras-chave


Graciliano Ramos; transferência de ideias; migração de ideias; gestão urbana; cidade.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Ministério da Agricultura, Industria e Commercio. Directoria Geral de Estatistica. Recenseamento do Brazil de 1920. Rio de Janeiro: Typ. da Estatistica, 1926.

DIEGUES JR. Manuel. De um relatório a um romance. Jornal O Estado. Recife, 27 de fevereiro de 1934. In LIMA, Mario Hélio Gomes de. (org.), Relatórios. Rio de Janeiro: Record, 1994.

FELDMAN, S. Avanços e limites na historiografia da Legislação Urbanística no Brasil. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais (ANPUR), Brasil, v. 4, p. 33-48, 2001.

FELDMAN, S. Entre o Regional e o Metropolitano: Pensamento Urbanístico e Metrópole no Brasil na Década de 1950. Revista USP, v. 134, p. 13-22, 2014.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico de 2010. Rio de Janeiro: IBGE, 2010.

JORNAL O SEMEADOR. A prefeitura de Palmeira. Alagoas, 4 de fevereiro de 1929. In LIMA, Mario Hélio Gomes de. (org.), Relatórios. Rio de Janeiro: Record, 1994.

JORNAL CORREIO DA PEDRA. Prefeitos Laboriosos. Alagoas, 15 de setembro de 1929. In LIMA, Mario Hélio Gomes de. (org.), Relatórios. Rio de Janeiro: Record, 1994.

LEAL, Victor N.. Coronelismo, enxada e voto: o município e o regime representativo no Brasil. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1997.

LEME, Maria Cristina da Silva. A formação do pensamento urbanístico no Brasil: 1895-1965. In: LEME, Maria Cristina da Silva (org.). Urbanismo no Brasil 1895-1965. São Paulo: Studio Nobel/FAU USP/FUPAM, 1999, pp. 20 – 39.

MAIA, Agaciel S. A Importância do Tribunal de Contas da União. Revista do TCU, n.31. 1998

MEIRELLES, Hely L. Direito Municipal Brasileiro. São Paulo: Malheiros, 1996.

MONTORO, Eugênio F. O Município na constituição brasileira. São Paulo: Jurid Vellenich, 1975.

MORAES, Denis. O velho Graça: uma biografia de Graciliano Ramos. São Paulo: Boitempo, 2012.

MORAES, Denis. O velho Graça: uma biografia de Graciliano Ramos. São Paulo: Boitempo, 2012

ORTEGA Y GASSET. Meditaciones del Quijote. Publicaciones y la Residencia de Estudiantes. Madrid, 1914.

PAES, Alvaro Corrêa. Mensagem ao Congresso legislativo. Imprensa Oficial: Maceió, 1929. In LIMA, Mario Hélio Gomes de. (org.), Relatórios. Rio de Janeiro: Record, 1994.

PMPI, Prefeitura Municipal de Palmeira dos Índios. Dados do site oficial da prefeitura de Palmeira dos Índios. 2014. Disponível:, em 08/03/2014.

PMPI. Relatório ao governador do estado de alagoas, por Graciliano Ramos. 1929. Disponível: , em 09/03/2014.

_______. 2º Relatório ao Sr. governador Álvaro Paes, pelo prefeito do município de Palmeira dos Índios, Graciliano Ramos. 1930. Disponível: , em 01/03/2014.

RAMOS, Elizabeth. Relatórios de Graciliano Ramos publicados no Diário Oficial. Maceió: Editora do Diário Oficial, 2013.

RAMOS, Graciliano. Cartas. Rio de Janeiro: 6ª ed. Record. 1986, p. 88- 105SALLA, Thiago M. O fio da navalha: Graciliano Ramos e a revista cultura política. 2010. 720 p. (Tese). Orientador: Ivan P. Teixeira. Programa de Pós-graduação em Ciências da Comunicação, Universidade de São Paulo.

SANTOS, Milton. Tendências da urbanização brasileira no fim de século XX. In: CARLOS, Ana Fani Alessandri (org). Os Caminhos da Reflexão sobre a Cidade e o Urbano. São Paulo: Edusp, 1994.

_____. A natureza do espaço: técnica e tempo, razao e emoção. Hucitec: São Paulo, 1996.

SANTOS, Romualdo A. A Lei de Responsabilidade Fiscal e o desenvolvimento do capital social. Revista Controle, V.II, N.1. 2009.

SCHWARZ, R. Ao vencedor as batatas: forma literária e processo social nos inícios do romance brasileiro. São Paulo: Duas Cidades, 1981.

TAVARES, Zózimo. As lições do prefeito Graciliano Ramos. 2011. Disponível: , Acesso em 09 de março de 2014.

TCU - Tribunal de Contas da União. Acórdão-2657-39/12-Plenário. Ata nº 39. 2012

TRINDADE, Maria Etelvina de Castro. As políticas urbanas brasileiras e a apropriação de modelos (final do século XIX e início do XX), in Revista do Seminário de História do Urbanismo e da Cidade, v. 6, n. 3 (2000): Cinco Séculos de Cidade no Brasil.

ULTRAMARI Clovis e FIRKOWSKI, Olga L. Sobre mudanças e continuidades na gestão urbana brasileira. Revista Mercator, v. 11, n. 24, 2012.

VIEGAS, Tarcísio. Administração da linguagem: texto da prova do concurso para agente de defensoria. São Paulo: DP/SP, 2010. Disponível: http://www.tecnolegis.com/provas/id/1307-defensoria-publica-do-estado-sao-paulo-agente-de-defensoria-psicologo-fcc-2010-prova-objetiva. Acesso em 03 de março de 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.22296/2317-1529.2017v19n1p64

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS URBANOS E REGIONAIS - REV. BRAS. ESTUD. URBANOS REG. (Online)

ISSN: 2317-1529 (eletrônico); 1517-4115 (impresso)

 

Indexadores, Repositórios e Bases de dados:

                               


Redes Sociais: 


Licenciada sob uma Licença Creative Commons:

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia