Dossiê: Paradigmas técnico-econômicos e reconfiguração territorial | Dossier: Technical-economic paradigms and territorial reconfiguration

Rovena Negreiros, Aristides Monteiro Neto

Resumo


Editorial convidado


Palavras-chave


Paradigmas técnico-econômicos; reconfiguração territorial

Referências


ALVES, Adriana Melo. Políticas de desenvolvimento regional e rede de cidades no semiárido: concentração, polarização e fragmentação. Tese de doutorado. Departamento de Geografia. Universidade de Brasília. 2017.

AREND, Marcelo et al. Mudança estrutural redutora da produtividade: o falling behind brasileiro. Anais da Anpec. Foz do Iguaçu. 2016.

BONELLI, Regis; PESSOA, Samuel; MATOS, Silvia. Desindustrialização no Brasil: fatos e interpretação. In: BACHA, Edmar; DE BOLLE, Monica B. (Orgs.). O futuro da indústria no Brasil – desindustrialização em debate. Cap. 2. Rio de Janeiro. Civilização Brasileira. 2013.

CANO, Wilson. A desindustrialização no Brasil. Revista Economia e Sociedade, Campinas, SP. V. 21, p. 831-51, 2012.

DE NEGRI, Fernanda; CAVALCANTE, Luiz R. Produtividade no Brasil – desempenho e determinantes. V. 1. Brasília, DF: Ipea. 2014.

______; ______. Produtividade no Brasil – desempenho e determinantes. V. 2. Brasília, DF: Ipea. 2015.

FURTADO, Celso. Desenvolvimento e subdesenvolvimento. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 1961.

GALA, Paulo. Complexidade econômica: uma nova perspectiva para entender a antiga questão da riqueza das nações. São Paulo: Contraponto, 2017.

GALEANO, Edileuza; FEIJÓ, Carmen. A estagnação da produtividade do trabalho na indústria brasileira nos anos 1996-2007: análise nacional, regional e setorial. Nova Economia, v. 1, n. 23, p. 9-50, 2013.

IPEA. Desafios da nação. V. 2. Brasília, DF. 2018. Disponível em: . Acesso em março de 2019.

KALDOR, Nicholas. Causes of the slow rate of economic growth of The United Kingdom. London: Cambridge University Press. 1966.

______. The case for regional policies. Scottish Journal of Political Economy, v. 17, n. 3, p. 337-48. 1970.

KUZNETS, Simon. Economic growth of nations: total output and production structure. Cambridge: Harvard University Press. 1971.

LEWIS, W. A. Economic development with unlimited supplies of labour. The Manchester School, v. 22, n. 2, p. 139-91. 1954.

MONTEIRO NETO, A.; SILVA, Raphael de O. Desconcentração territorial e reestruturação regressiva da indústria no Brasil: padrões e ritmos. Texto para discussão n. 2402. Brasília, DF: Ipea. 2018.

MORCEIRO, Paulo César. Vazamento de demanda setorial e competitividade da indústria de transformação brasileira. Texto para discussão n. 12. Nereus. FEA-USP. São Paulo. 2016.

MYRDAL, Gunnar. Economic theory and underdeveloped regions. London: Duckworth. First Edition. 1957.

PREBISCH, Raúl. El desarrollo económico de la América Latina y algunos de sus principales problemas. Desarrollo Econômico, v. 26, n. 103, p. 479-502. 1949.

SAMPAIO, Daniel. Desindustrialização e estruturas produtivas regionais no Brasil. Tese de doutorado. Instituto de Economia, Unicamp. Campinas, SP. 2015.

SARTI, Fernando; HIRATUKA, Célio. Desempenho recente da indústria brasileira no contexto de mudanças estruturais domésticas e globais. Texto para discussão n. 290. Unicamp. Campinas, SP. 2017.

VIEIRA, Danilo. Evolução do ensino superior brasileiro em período recente: novas perspectivas para o desenvolvimento regional? In: MONTEIRO, Aristides et al (Orgs.). Desenvolvimento regional no Brasil – políticas, estratégicas e perspectivas. Cap. 9.Brasília, DF: Ipea. 2017.

VITAL DA COSTA, K. G.; NEVES, Fábio Freitas. Padrões de interdependência setorial da estrutura produtiva brasileira entre 2000 e 2015: uma análise insumo-produto a partir da decomposição da matriz de Leontief. Encontro Anual de Economia Política. São Bernardo do Campo, SP. 2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.22296/2317-1529.2019v21n2p223

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS URBANOS E REGIONAIS - REV. BRAS. ESTUD. URBANOS REG. (Online)

ISSN: 2317-1529 (eletrônico); 1517-4115 (impresso)

 

Indexadores, Repositórios e Bases de dados:

                              


Redes Sociais: 


Licenciada sob uma Licença Creative Commons:

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia