A avaliação da pós-graduação no Brasil: alguns pontos para sua compreensão e discussão

Mauricio de Almeida Abreu

Resumo


No Brasil, os programas de pós-graduação stricto sensu são avaliados anualmente pela Capes. Trata-se de processo complexo, necessário e importante, que vem sendo aprimorado a cada ano. A atividade de avaliação possui a grande vantagem de ser realizada pela própria comunidade acadêmica, figurada na Capes por representantes de área, comissões de área e representantes de grande área. Atenção especial é dada pelas diferentes comissões à avaliação qualitativa e quantitativa da produção científica. O sistema tem sido falho, entretanto, ao não associar claramente a atividade de avaliação com a política de fomento acadêmico, disso resultando incongruências graves que precisam ser rapidamente sanadas. Este texto objetiva esclarecer a estrutura do processo de avaliação da Capes, indicando, ponto a ponto, como ele funciona.

 


Palavras-chave


Capes; programas de pós-graduação; avaliação.

Texto completo:

PDF (PORTUGUÊS)


DOI: http://dx.doi.org/10.22296/2317-1529.2002v4n1-2p37

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS URBANOS E REGIONAIS - REV. BRAS. ESTUD. URBANOS REG. (Online)

ISSN: 2317-1529 (eletrônico); 1517-4115 (impresso)

 

Indexadores, Repositórios e Bases de dados:

                              


Redes Sociais: 


Licenciada sob uma Licença Creative Commons:

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia