Urbanização extensiva e o processo de interiorização do estado de São Paulo: um enfoque contemporâneo

  • Admir Antonio Betarelli Junior Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional (CEDEPLAR), Universidade Federal de Minas Gerais, Minas Gerais
  • Roberto Luís de Melo Monte-Mór Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional (CEDEPLAR), Universidade Federal de Minas Gerais, Minas Gerais
  • Rodrigo Ferreira Simões Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional (CEDEPLAR), Universidade Federal de Minas Gerais, Minas Gerais
Palavras-chave: urbanização extensiva, análise multivariada, análise de cluster, método diferencial-estrutural, indústria, São Paulo.

Resumo

O propósito deste trabalho é discutir a formação, produção e organização do espaço urbano no estado de São Paulo a partir do processo de interiorização da indústria paulista no final dos anos 1970. O lócus da análise é a indústria, uma vez que no enfoque contemporâneo o processo de industrialização sempre esteve articulado com a produção da espacialidade urbana. Conciliando o método diferencial-estrutural (shift-share), a Análise de Componentes Principais (ACP) e a análise de cluster, foi possível evidenciar que tal processo teve como resultado o fenômeno de urbanização extensiva. Os resultados “fotográficos” apontam que houve uma extensão virtual das condições gerais do tecido urbano-industrial de forma que centralidades polarizadoras e regiões circunvizinhas apresentam vantagens locacionais e competitivas, formando, assim, aglomerações urbanas no território paulista, principalmente, nas regiões beneficiadas pelo processo de interiorização da indústria.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDRADE, T. A. Métodos estatísticos e econométricos aplicados à Economia Regional. In: HADDAD, P. R. (Org.). Economia Regional: Teorias e métodos de análise. Fortaleza: BNB, 1989.

BETARELLI JUNIOR, A. A.; SIMÕES, R. F. A dinâmica setorial e os determinantes locacionais das microrregiões paulistas. Economia Aplicada, v. 15, n. 4, p. 641-670, 2011.

CAIADO, A. S. C. Dinâmica socioespacial e a rede urbana paulista. São Paulo em Perspectiva, São Paulo, Fundação Seade, v. 9, n. 3, p. 46-53, jul./set. 1995. CANO, W. Raízes da concentração industrial em São Paulo. São Paulo: Hucitec, 1977.

CANO, W. São Paulo no limiar do século XXI. São Paulo: Fundação Seade – SEPLAN, 1992.

CASTELLS, M. The informational city: information technology, economic restructuring, and the urban-regional process. Oxford, Cambridge Mass.: B. Blackwell, 1989.

DINIZ, C. C. A nova configuração urbano-industrial no Brasil. In: KON, A. (Org.). Unidade e fragmentação: a questão regional no Brasil. São Paulo: Perspectiva, 2002.

DINIZ, C. C. Desenvolvimento poligonal no Brasil: nem desconcentração, nem contínua polarização. Revista Nova Economia, v. 2, n. 16, maio/ago., 1993.

DINIZ, C. C. Dinâmica regional recente da economia brasileira e suas perspectivas. Brasília: IPEA, 1995. (Texto para discussão n. 375).

FUNDAÇÃO SEADE. O novo retrato de São Paulo – Avaliação dos primeiros resultados do Censo Demográfico de 1991. São Paulo: SEADE, 1992.

HADDAD, P. R. (Org.). Economia regional, teorias e métodos de análise. Fortaleza: BNB, 1989.

HARVEY, D. A condição pós-moderna. São Paulo: Loyola. 1994.

HARVEY, D. Social justice and the city. London: Edward Arnold. 1975.

LEFEBVRE, H. A Revolução Urbana. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 1999.

LEMOS, M. B. et al. A dinâmica urbana das regiões metropolitanas brasileiras. Revista Economia Aplicada, São Paulo, v. 7, n. 1, p. 213-244, 2003.

MAGALHÃES, F. N. C. Transformações socioespaciais na cidade-região em formação: a economia geopolítica do novo arranjo espacial metropolitano. 2008. 231p. Dissertação (Mestrado em geografia) Instituto de Geociências, Universidade Federal de Minas Gerais, 2008.

MARTINS, N. S. F. Dinâmica urbana e perspectivas de crescimento – Itabira, Minas Gerais. 101 p. Dissertação (Mestrado em Economia) – Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2003.

MINGOTI, S. A. Análise de dados através de métodos de estatística multivariada: Uma abordagem Aplicada. Belo Horizonte: Editora UFMG. 2007. 295 p.

MONTE-MÓR, R. L. A questão urbana e o planejamento urbano-regional no Brasil contemporâneo. In: DINIZ, C. C.; LEMOS, M. B. (Eds.). Economia e Território. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2005. p. 429-446.

MONTE-MÓR, R. L. As teorias urbanas e o planejamento urbano no Brasil. In: DINIZ, C.C.; CROCO, M. A. (Eds.). Economia Regional e Urbana: contribuições teóricas recentes. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2006b. p. 61-85.

MONTE-MÓR, R. L. O que é urbano, no mundo contemporâneo. Belo Horizonte: UFMG/ Cedeplar, 2006a. 14 p. (Texto para discussão n. 281).

MONTE-MÓR, R. L. Urbanização e modernidade na Amazônia contemporânea. In: LIMONAD, E.; HAESBAERT, R.; MOREIRA, R. (Eds.). Brasil Século XXI por uma nova regionalização? Belo Horizonte: Editora C/Arte, 2004. p. 112-122.

MONTENEGRO, R. L. G.; BETARELLI JUNIOR, A. A. Análise e investigação dos fatores determinantes da inovação nos municípios de São Paulo. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, v. 2, n. 2, 2008.

PATARRA, N.; BAENINGER, R. Regionalização de São Paulo: novas tendências ou consolidação dos processos recorrentes? A nova realidade socioeconômica do Estado de São Paulo. Relatório de pesquisa do projeto. Convênio Fundação SEADE – Fecamp. Campinas: Nesur/ie/Unicamp, 1994.

PEREIRA, F M.; LEMOS, M. B. Cidades médias brasileiras: características e dinâmicas urbano-industriais. Pesquisa e Planejamento Econômico, v. 33, n. 1, p. 127-165, 2003.

PEREIRA, F. M. Cidades médias brasileiras: uma tipologia a partir de suas (des)economias de aglomeração. 2002. (Mestrado em Economia) – Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Belo Horizonte: UFMG, 2002.

SANTOS, M. A urbanização brasileira. São Paulo: Editora Hucitec, 1993.

SOJA, E. Postmetropolis: Critical Studies of Cities and Regions. Oxford: Backwell, 2000.

SOUZA, M. C.; GARCIA, R. Sistemas Locais de Inovação em São Paulo. In: CASSIOLATO, J. E., LASTRES, H. M. M. (Org.). Globalização e Inovação Localizada: Experiências de Sistemas Locais no Mercosul. Brasília: IBICT/MCT, 1999.

STORPER, M. The Regional World. New York: The Guildford Press, 1997.

Publicado
2013-11-30
Seção
Artigos