Encontros e desencontros de moradores da favela no espaço social segregado: um estudo sobre as relações sociais cotidianas nos espaços privatizados

Maria Inês Caetano Ferreira

Resumo


O artigo discute resultados de pesquisa realizada numa favela no sofisticado distrito de Vila Andrade, na capital paulista, enfocando a segregação espacial e as práticas dos favelados para participar da produção do espaço social. O método do estudo de trajetórias mapeou a mobilidade dos sujeitos, possibilitando desvendar os encontros dos favelados com os vizinhos de média e alta rendas. Um dos temas do artigo é a reflexão sobre a presença de camadas sociais heterogêneas no espaço segregado, em virtude da constatação de que os favelados freqüentam espaços voltados para as camadas de média e alta rendas. O artigo também aponta a desigualdade das relações dentro da favela, onde a estrutura hierárquica da sociedade brasileira é reproduzida. Pondera, ainda, sobre os impactos da convivência dos sujeitos de uma mesma camada e também de diferentes camadas sociais nos espaços privatizados cuja lógica se distingue dos princípios do espaço público.

 


Palavras-chave


segregação; espaço privatizado; desigualdade social; favela; espaço urbano.

Texto completo:

PDF (PORTUGUÊS)

Referências


ARENDT, H. A condição humana. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2003.

AUGÉ, M. Não-lugares: introdução a uma antropologia da supermodernidade. Campinas: Papirus, 1994.

BAUMAN, Z. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

BOURDIEU, P. La distinction: critique social de jugement. Paris: Minuit, 1979.

BOURDIEU, P. Efeitos de lugar. In: BOURDIEU, P. (Coord) A miséria do mundo. Petrópolis: Vozes, 1997. p.159-66.

BOURDIEU, P. A economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 2004.

CABANES, R. Quelle approche biographique? Révue Internationale de Psychologie, v.VI, n.14, p.1-17, 2000.

CALDEIRA, T. P. R. Cidade de muros: crime, segregação e cidadania em São Paulo. São Paulo: Edusp; Ed.34, 2000.

MARICATO, E. As idéias fora do lugar e o lugar fora das idéias: planejamento urbano no Brasil. In: ARANTES, O. B. F.; VAINER, C.; MARICATO, E. (Org.) A cidade do pensamento único: desmanchando consensos. Petrópolis: Vozes, 2000. p.121-92.

REVEL, J. Microanálise e construção do social. In: REVEL, J. (Org.) Jogos de escalas: aexperiência da microanálise. Rio de Janeiro: Editora Fundação Getúlio Vargas, 1998. p.15-38.

RIBEIRO, L. C. de Q. Rio de Janeiro: exemplo de metrópole partida e sem rumo? Novos Estudos Cebrap, n.45, p.167-77, jul. 1996.

SASSEN, S. The global city: New York, London and Tokyo. New York: Princenton University, 1991.

SENNETT, R. O declínio do homem público: as tiranias da intimidade. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

SILVA, L. A. M. da. A continuidade do “problema da favela”. In: OLIVEIRA, L. L. (Org.) Cidade: história e desafios. Rio de Janeiro: Editora FGV, CNPq, 2002. p.220-37.

THOMPSON, P. Des récits de vie a l’analyse du changement social. Cahiers Internationaux de Sociologie, v.LXIX, p.249-68, 1980.

VALLADARES, L. do P. Que favelas são essas. Insight Inteligência, p.58-63, ago./set./out., 1999. VILLAÇA, F. Espaço intra-urbano no Brasil. São Paulo: Studio Nobel; Fapesp; Lincoln Institute, 1998.




DOI: http://dx.doi.org/10.22296/2317-1529.2005v7n2p9

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS URBANOS E REGIONAIS - REV. BRAS. ESTUD. URBANOS REG. (Online)

ISSN: 2317-1529 (eletrônico); 1517-4115 (impresso)

 

Indexadores, Repositórios e Bases de dados:

                            


Redes Sociais: 


Licenciada sob uma Licença Creative Commons:

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia