Produção da paisagem e grandes projetos de intervenção urbana: o caso do Porto Maravilha no Rio de Janeiro Olímpico

Leonardo Marques de Mesentier, Clarissa da Costa Moreira

Resumo


Qual será o lugar da paisagem nos grandes projetos de reestruturação urbana contemporâneos? Como intervenções na paisagem podem contribuir para processos de valorização imobiliária e gentrificação urbana? Para analisar estas questões, este trabalho busca realizar uma leitura da transformação e produção da paisagem urbana, decorrentes de uma grande intervenção no Porto da Cidade do Rio de Janeiro, num contexto onde a cidade passa a abrigar megaeventos de alcance mundial. De que modo a paisagem do Porto do Rio de Janeiro está se constituindo? Quais camadas morfológicas ela remove, quais mantém e que novas camadas introduz? O que inspira, o que reproduz e quais seus impactos sobre a "imagem” e o imaginário sobre a área do porto? Essas são as questões que se pretende trabalhar ao longo deste artigo.

 


Palavras-chave


paisagem; identidade social; reestruturação urbana; utopia.

Texto completo:

PDF (PORTUGUÊS)

Referências


BOURDIEU, P. O poder simbólico. 10. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2007.

CHOAY, F. O urbanismo: utopias e realidades – uma antologia. São Paulo: Perspectiva, 1979.

COSGROVE, D. A geografia está em toda parte: cultura e simbolismo nas paisagens humanas. In: CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. (Org.). Paisagem, tempo e cultura. 2. ed. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2004. p. 92-123.

COSTA, B. P. As relações entre os conceitos de território, identidade e cultura no espaço urbano: por uma abordagem microgeográfica. In: CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. (Org.). Paisagem, tempo e cultura. 2. ed. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2004.

CULLEN, G. A paisagem urbana. Lisboa, Portugal: Edições 70, 1996.

HALBWACHS, M. A memória coletiva. São Paulo: Centauro, 2006.

HARVEY, D. Espaços da esperança. São Paulo: Edições Loyola, 2004.

HARVEY, D . A produção capitalista do espaço. São Paulo: Annablume, 2005.

HAESBAERT, R. Identidades territoriais. In: CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. (Org.). Manifestações da cultura no espaço. 2. ed. Rio de Janeiro: EdUERJ, 1999. P. 169-190.

HOLZER, W. Paisagem, imaginário, identidade: alternativas para o estudo. In: CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. (Org.). Manifestações da cultura no espaço. 2. ed. Rio de Janeiro: EdUERJ, 1999. P. 149-168.

KARA-JOSÉ, B. Políticas culturais e negócios urbanos: a instrumentalização da cultura na revalorização do centro de São Paulo. São Paulo: Annablume; FAPESP, 2007.

LARAIA, R. B. Cultura: um conceito antropológico. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1986.

MANNHEIM, K. Sociologia da cultura. São Paulo: Perspectiva; Ed. USP. 1974

MANNHEIM, K. Ideologia e Utopia. Rio de Janeiro: Zahar Editores. 1976

RIBEIRO, R. W. Paisagem Cultural e Patrimônio. Rio de Janeiro: IPHAN/COPEDOC. 2007

SÁNCHEZ, F. A reinvenção das cidades na virada do século: agentes, estratégias e escalas de ação política. Revista Sociologia e Política, Curitiba, n. 16, p. 31-49, jun. 2001.

SÁNCHEZ, F. A reinvenção das cidades para um mercado mundial. Chapecó: Argos, 2003.

SMITH, N. Gentrificação, a fronteira e a reestruturação do espaço urbano. GEOUSP – Espaço e Tempo, São Paulo, n. 21, p. 15-31, 2007.

WOODWARD, K. Identidade e diferença: uma introdução teórica e conceitual. In: SILVA, T. T. (Org.). Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis: Vozes, 2012, p. 7-72.




DOI: http://dx.doi.org/10.22296/2317-1529.2014v16n1p35

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS URBANOS E REGIONAIS - REV. BRAS. ESTUD. URBANOS REG. (Online)

ISSN: 2317-1529 (eletrônico); 1517-4115 (impresso)

 

Indexadores, Repositórios e Bases de dados:

                              


Redes Sociais: 


Licenciada sob uma Licença Creative Commons:

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia