Jane Jacobs: contradições e tensões | Jane Jacobs: contradictions and tensions

Palavras-chave: Jane Jacobs, The death and life of great American cities, planejamento urbano, tensões, crítica.

Resumo

The death and life of great American cities, publicado por Jane Jacobs em 1961, é uma referência inegável para os estudos urbanos até os dias de hoje. Nos últimos tempos, o livro passou a servir de justificativa para as mais diferentes posições políticas sobre o urbano, sejam elas teóricas ou práticas. Este artigo pretende analisar como posicionamentos tão distintos podem ser abarcados pelo livro. Para tanto, pretendo fazer uma leitura que leve em consideração tensões e ambiguidades internas ao pensamento de Jacobs.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bianca Tavolari, Centro Brasileiro de Análise e Planejamento, Núcleo Direito e Democracia, São Paulo, SP, Brasil

Bianca Tavolari é doutoranda e mestre em direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, com graduação em direito e em filosofia também pela Universidade de São Paulo. É pesquisadora do Núcleo Direito e Democracia do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP) e professora do Insper.

Referências

BERMAN, M. (2007). Tudo que é sólido desmancha no ar. Tradução de Carlos Felipe Moisés e Ana Maria L. Ioriatti. São Paulo: Companhia das Letras.

BOLTANSKI, L., CHIAPELLO, E. (2009). O novo espírito do capitalismo. Tradução de Ivone C. Benedetti. São Paulo: Martins Fontes.

BUCKER, B. F., SAWAIA, C., MORAES, M. C. F. N., CARVALHO, T. L. B. (2018). Um olhar de gênero para as cidades: The Death and Life of Great American Cities e o movimento feminista norte-americano. In: CYMBALISTA, R. (org.) (2018). Situando Jane Jacobs. São Paulo: Annablume.

CARIELLO, R. (2013). Urbanista acidental: As obsessões e os dilemas de Philip Yang, o empresário que pretende reinventar o centro de São Paulo. Piauí, ano 7, n. 84.

CASTELLS, M. (2009). A questão urbana. Tradução de Arlene Caetano. 4a edição. São Paulo: Paz e Terra.

CYMBALISTA, R. (org.) (2018). Situando Jane Jacobs. São Paulo: Annablume.

ELLIN, N. (1996). Postmodern urbanism. Cambridge: Blackwell Publishers.

FAINSTEIN, S., SERVON, L. (2005). Introduction: The intersection of gender and planning. In: FAINSTEIN, S., SERVON, L. (eds.). Gender and Planning: a reader. New Brunswick, New Jersey e Londres: Rutgers University Press.

FLINT, A. (2011). Wrestling with Moses: How Jane Jacobs took on New York’s master builder and transformed the American city. Random House: Nova York.

FRASER, B. (2012). The ‘sidewalk ballet’ in the work of Henri Lefebvre and Manuel Delgado Ruiz. In: HIRT, S., ZAHM, D. (eds.). The urban wisdom of Jane Jacobs. Londres: Routledge.

GEHL, J. (2013). Cidades para pessoas. Tradução Anita Di Marco. São Paulo: Perspectiva.

GRATZ, R. B. (2014). Central Elements of Jane Jacob’s Philosophy. In: SCHUBERT, D. (ed.). Contemporary perspectives on Jane Jacobs: Reassessing the impacts of an urban visionary. Farnham: Ashgate, 2014.

HALL, P. (1988). Cidades do amanhã. Tradução de Pérola de Carvalho. São Paulo: Perspectiva.

HARVEY, D. (2009). Social justice and the city. Revised Edition. Athens: The University of Georgia Press.

HARVEY, D. (2008). Condição pós-moderna. Tradução de Adail Ubirajara Sobral e Maria Stela Gonçalves. São Paulo: Loyola.

HIRT, S. (2012). Jane Jacobs, urban visionary. In: HIRT, S., ZAHM, D. (eds.). The urban wisdom of Jane Jacobs. Londres: Routledge.

HOLLERAN, M. (2016). Bright lights, small government: why libertarians adore Jane Jacobs. The New Republic, 22 de novembro. Disponível em: https://newrepublic.com/article/138071/bright-lights-small-government

JACOBS, J. (2009). Morte e vida das grandes cidades. Tradução de Carlos S. Mendes Rosa. São Paulo: Martins Fontes.

JACOBS, J. (2011). The death and life of great American cities – 50th anniversary edition. Modern Library: Nova York.

JACOBS, J. (1992). The death and life of great American cities. Random House: Nova York.

JACOBS, J. (1981) Can big plans solve the problem of renewal? In: ZIPP, S., STORRING, N. (eds.). (2016). Vital little plans: the short works of Jane Jacobs. Nova York: Random House.

JACOBS, J. (1970). The Economy of Cities. Vintage Books/Random House: Nova York.

JACOBS, J. (1970a). The real problem of cities. In: ZIPP, S., STORRING, N. (eds.). (2016). Vital little plans: the short works of Jane Jacobs. Nova York: Random House.

LAURENCE, P. (2016). Becoming Jane Jacobs. Filadélfia: University of Pennsylvania Press.

LYES, M. (2014). Jane Jacobs and Sharon Zukin: Gentrification and the Jacobs Legacy. In: SCHUBERT, D. (ed.). Contemporary perspectives on Jane Jacobs: Reassessing the impacts of an urban visionary. Farnham: Ashgate, 2014, p.91 e seguintes.

MAIA, C. (2004). A esquerda mecânica. Folha de São Paulo, Tendências e Debates, 22 de outubro de 2004. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/fz2210200409.htm.

MARTIN, D. (2006). Jane Jacobs, urban activist, is dead at 89. The New York Times, 25 de abril de 2006. Disponível em: http://www.nytimes.com/2006/04/25/books/25cnd-jacobs.html?pagewanted=all&_r=0.

MUMFORD, L. (1962). Mother Jacobs’ Home Remedies. New Yorker, dezembro, n. 1.

NADAI, M., DRAGICEVIC, S. et al. (2016). Are safer looking neighbourhoods more lively? A multimodal investigation into urban life. Proceedings of the 2016 ACM on Multimedia Conference (MM ’16).

OLIVEIRA, V. (2013). A cidade no centro, Valor Econômico, 20 de setembro de 2013. Disponível em: http://www.valor.com.br/cultura/3276722/cidade-no-centro.

PAGE, M. (2011). Introduction: More than meets the eye. In: PAGE, M., MENNEL, T. (eds.). Reconsidering Jane Jacobs. Chicago: American Planning Association.

ROWAN, J. C. (2011). The literary craft of Jane Jacobs. In: PAGE, M., MENNEL, T. (eds.). Reconsidering Jane Jacobs. Chicago: American Planning Association.

SAYURI, J. (2014). Se essa rua fosse minha, O Estado de São Paulo, 10 de maio de 2014.

SCAVASSA, L., SCHNEIDER, R. M., SOUZA, T. (2018). De jornalista a intelectual pública: a Conferência de Desenho Urbano em Harvard (1956) e seus desdobramentos. In: CYMBALISTA, R. (org.) (2018). Situando Jane Jacobs. São Paulo: Annablume.

SEGAWA, H. (2005). O livro de cabeceira do prefeito Serra. O Estado de São Paulo, Caderno Aliás, 16 de janeiro de 2005.

SENNETT, R. (2018). Construir e habitar: Ética para uma cidade aberta. Tradução de Clóvis Marques. Rio de Janeiro: Record.

SILVA, A. P. S. (2018). A recepção de Jane Jacobs no Brasil. In: CYMBALISTA, R. (org.) (2018). Situando Jane Jacobs. São Paulo: Annablume.

SIMMEL, G. (2005). As grandes cidades e a vida do espírito. Tradução de Leopoldo Waizbort. Mana, 11(2).

SUPLICY, M. (2000). São Paulo: fé e esperança. Folha de São Paulo, Tendências e Debates, 27 de janeiro de 2000. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/fz2701200009.htm.

TAVOLARI, B. (2015). Direito e cidade: uma aproximação teórica. Dissertação de mestrado apresentada à Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.

ZIPP, S., STORRING, N. (eds.). (2016). Vital little plans: the short works of Jane Jacobs. Nova York: Random House.

Publicado
2019-01-24
Seção
Artigos