O sistema urbano da Bahia no contexto da emergência de novas hierarquias urbano-regionais

Autores

  • Leonardo Rodrigues Porto Universidade Estadual de Campinas, Centro de Estudos do Desenvolvimento Econômico, Campinas, SP, Brasil https://orcid.org/0000-0001-5296-2509
  • Humberto Miranda Universidade Estadual de Campinas, Centro de Estudos do Desenvolvimento Econômico, Campinas, SP, Brasil https://orcid.org/0000-0001-5658-2909

DOI:

https://doi.org/10.22296/2317-1529.rbeur.202034

Palavras-chave:

Bahia, Rede Urbana, Hierarquias urbano-regionais

Resumo

Qual foi a evolução do sistema urbano baiano no contexto da urbanização brasileira pós-1990? O objetivo deste texto é analisar as transformações nas redes de cidades do estado da Bahia em período mais recente. Buscou-se caracterizar a Região de Influência de Salvador, cujas articulações espaciais extrapolam as divisas do próprio estado. Esse recorte constitui importante instrumento de compreensão da dinâmica urbano-regional. Na conclusão, apresenta-se uma reflexão sobre as novas determinações da hierarquia urbano-regional baiana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leonardo Rodrigues Porto, Universidade Estadual de Campinas, Centro de Estudos do Desenvolvimento Econômico, Campinas, SP, Brasil

Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). Mestre em Desenvolvimento Econômico pelo Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas (IE-Unicamp). Doutorando do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Econômico do IE-Unicamp, na área de concentração em Desenvolvimento Regional e Urbano, vinculada ao Centro de Estudos do Desenvolvimento Econômico (CEDE) no mesmo instituto.

Humberto Miranda, Universidade Estadual de Campinas, Centro de Estudos do Desenvolvimento Econômico, Campinas, SP, Brasil

Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), mestre e doutor em Desenvolvimento Econômico pelo Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas (IE-Unicamp). Professor do IE-Unicamp e pesquisador do Centro de Estudos do Desenvolvimento Econômico (CEDE) no mesmo instituto.

Referências

ALBAN, M. O novo enigma baiano, a questão urbano-regional e a alternativa de uma nova capital. In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL, XI, 2005, Salvador. Anais [...] Salvador: Universidade Federal da Bahia, 2005.

ARAÚJO, T. B. Nordeste, nordestes: que Nordeste? In: Ensaios sobre o desenvolvimento brasileiro: heranças e urgências. Rio de Janeiro: Revan, 2000.

BAHIA. Secretaria do Planejamento, Ciência e Tecnologia. Superintendência de Planejamento Estratégico. Quatro cantos da Bahia. Salvador: Superintendência de Planejamento Estratégico, 2001. 109p.

BRANDÃO, C. Transformar a provisão de bens e serviços públicos e coletivos nos espaços urbanos e regionais do Brasil. Revista eMetropolis, ano 6, n. 23, p. 6-13, dez. 2015.

CANO, W. Soberania e política econômica na América Latina. São Paulo: Ed. Unesp; Campinas: Unicamp-Economia, 2000.

CANO, W. Desconcentração produtiva regional no Brasil 1970/2005. 3. ed. São Paulo: Ed. Unesp, 2008.

CANO, W. Novas determinações sobre as questões regional e urbana após 1980. Revista brasileira de estudos urbanos e regionais, v. 13, n. 2, p. 27-53, 2011.

CORRÊA, R. L. Estudos sobre a rede urbana. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006.

DIAS, P. C.; ARAÚJO, M. M. S. Notas sobre cidades médias: uma proposta para a Bahia. Geo UERJ, v. 1, p. 285-311, 2013. ISSN 1981-9021.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Regiões de influência das cidades: 2007. Rio de Janeiro: IBGE, 2008.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Divisão urbano-regional do Brasil. Rio de Janeiro: IBGE – Divisão de Geociência, 2013.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Regiões de influência das cidades: 2018. Rio de Janeiro: IBGE, 2020.

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA (IPEA); INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE); INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA; INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA; UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS (UNICAMP). Configuração atual e tendências da rede urbana. Brasília, DF: Ipea, 2001. 396p. (Caracterização e tendências da rede urbana do Brasil, 1).

LAVINAS, L. América Latina: mínimos monetários em lugar da proteção social. Revista Política Social e Desenvolvimento, ano 2, n. 8, p. 18-27, nov. 2014.

MACEDO, F. C.; MORAIS, J. M. L. Inserção comercial externa e dinâmica territorial no Brasil: especialização regressiva e desconcentração produtiva regional. Informe Gepec, v. 15, n. 3, p. 82-98, 2011.

ORAIR, R. O. Dilemas do financiamento das políticas públicas nos municípios brasileiros: uma visão geral. In: COSTA, M. A. O Estatuto da Cidade e a Habitat III: um balanço de quinze anos da política urbana no Brasil e a nova agenda urbana. Brasília, DF: Ipea, 2016. cap. 9, p. 233-264.

PORTO, E. Desenvolvimento e território na Bahia. Salvador: Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia, 2003. (Série Estudos e Pesquisas, 61).

PORTO, L. R. Urbanização e dinâmica econômica da rede urbana no estado da Bahia (1940-2010): o caso de Vitória da Conquista (BA). 2016. 164f. Dissertação (Mestrado) –Instituto de Economia, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2016.

QUADROS, W. Melhorias sociais no período 2004 a 2008. Campinas: IE-Unicamp, 2010. (Texto para discussão, n. 176).

QUADROS, W. 2009 a 2012: heterodoxia impulsiona melhorias sociais. Campinas: IE-Unicamp, 2014. (Texto para discussão, n. 230).

SANTOS, M. Guerra dos lugares. São Paulo: Folha de S.Paulo, 1999. p. 3.

SANTOS, M. A urbanização brasileira. 5. ed. São Paulo: EDUSP, 2005 [1993].

SILVA, S. C. B. M.; SILVA, B. C. N. Dinâmica recente do processo de urbanização/metropolização 1931/1985. In: SILVA, S. C. B. M.; LEÃO, S. O.; SILVA, B. C. N. Urbanização e metropolização no estado da Bahia: evolução e dinâmica. Salvador: Universidade Federal da Bahia, 1989. p. 187-262.

SILVA, S. C. B. M.; SILVA, B. C. N. Desequilíbrios regionais e municipais no estado da Bahia. In: SUPERINTENDÊNCIA DE ESTUDOS ECONÔMICOS E SOCIAIS DA BAHIA. Desenvolvimento regional: análises do Nordeste e da Bahia. Salvador: SEI, v. 3, n. 30, p. 95-111, 2006. (Série Estudos e Pesquisas, 73).

TEIXEIRA, F.; GUERRA, O. Cinquenta anos de industrialização baiana: do enigma a uma dinâmica exógena e espasmódica. Bahia Análise & Dados, Salvador, Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia, v. 10, n. 1, p. 87-98, jul. 2000.

STAMM, C. et al. A população urbana e a difusão das cidades de porte médio no Brasil. Interações (Campo Grande), v. 14, n. 2, 2015.

Publicado

2020-10-31

Edição

Seção

Artigos - Espaço, Economia e População