Patrimônio cultural em território urbano contemporâneo: o caso do Circuito Cultural Praça da Liberdade – Belo Horizonte (MG)

Clésio Barbosa Lemos Júnior, Arlêude Bortolozzi

Resumo


Acredita-se que a leitura da contemporaneidade caracteriza-se pelo confronto de visões e ideias diferentes sobre os mesmos fenômenos. Diante dessa realidade contraditória, refletir, de maneira crítica, sobre a temática do patrimônio cultural nas cidades contemporâneas é o principal objetivo deste artigo. Para tanto, este trabalho foi estruturado da seguinte maneira: primeiramente tratou-se histórica e conceitualmente o patrimônio cultural com destaque para o conceito de identidade. Posteriormente, trabalhou-se o território urbano focando os processos de “gentrificação” e “teatralização”, característicos do mundo contemporâneo. O denominado Circuito Cultural Praça da Liberdade, localizado em Belo Horizonte (MG), foi o objeto de estudo com o propósito de analisar uma política pública urbana.

 


Palavras-chave


patrimônio cultural; território urbano; Circuito Cultural Praça da Liberdade.

Texto completo:

PDF (PORTUGUÊS)

Referências


A MUSEIFICAÇÂO da Europa. Pena e Espada, 8 ago. 2013. Disponível em: . Acesso em: 14 out. 2014.

ARANTES, O. Urbanismo em fim de Iinha. São Paulo: EDUSP, 1998.

ARGAN, G. C. História da arte como história da cidade. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

BARBOSA, D. Circuito Cultural Praça da Liberdade inaugura maior centro de exposições do Brasil. Portal Sete, Sete Lagoas, 27 ago. 2013. Disponível em: . Acesso em: 14 out. 2014.

BIANCHETTI, M. Minas Gerais exporta modelo de parcerias público-privadas. Diário do Comércio, Belo Horizonte, 1 fev. 2014. Caderno Economia. Disponível em: . Acesso em: 14 out. 2014.

BORTOLOZZI, A. Patrimônio cultural em território urbanizado e a reconstrução das cidades contemporâneas: caminhos e possibilidades da educação patrimonial. In: COLOQUIO INTERNACIONAL DE GEOGRÍTICA, 10, 2008, Barcelona. Actas del X Coloquio Internacional de Geocrítica: Diez años de cambios en el Mundo, en la Geografía y en las Ciencias Sociales, 1999-2008. Barcelona: Universidad de Barcelona, 2008. Disponível em: . Acesso em: 06 out. 2014.

CARVALHO, P. Em cartaz, o nosso CCBB. Veja BH, Belo Horizonte, ano 2, n. 35, p. 28-35, 28 ago. 2013.

CHOAY, F. A alegoria do patrimônio. São Paulo: Estação Liberdade; UNESP, 2006.

CIRCUITO Cultural Praça da Liberdade passa por processo de expansão. DeFato Online, Belo Horizonte, 26 ago. 2013. Disponível em: . Acesso em: 14 out. 2014.

CRISTO Redentor – Maravilha Brasileira. Ministério da Cultura, Brasília, 15 jun. 2007. Disponível em: . Acesso em: 16 nov. 2007.

ELIAS, N. A sociedade dos indivíduos. Rio de Janeiro: Zahar, 1994.

FERRARI, M. Émile Durkheim, o criador da sociologia da educação. Nova Escola, São Paulo, [201?]. Disponível em: . Acesso em: 14 out. 2014.

FONSECA, M. J. B. Historicidade do Tecido Urbano: o homem contemporâneo e a sua competência de edificar. 2008. Dissertação (Mestrado em Arquitetura) – Instituto Superior Técnico, Universidade Técnica de Lisboa, Lisboa, 2008.

HARVEY, D. A Condição Pós-moderna. São Paulo: Edições Loyola, 1994.

HARVEY, D. Do gerenciamento ao empresariamento: a transformação da administração urbana no capitalismo tardio. Espaço & Debates, n. 39, p. 48-64, 1996.

JACQUES, P. B. Patrimônio Cultural Urbano: Espetáculo contemporâneo? Revista de Urbanismo e Arquitetura, Salvador, v. 6, n. 1, p. 32-39, 2003. Disponível em: . Acesso em: 14 out. 2014.

MACHADO, B. N. M. A identidade cultural de fato e de direito. In: MINAS GERAIS. Secretaria de Estado da Educação. Reflexões e Contribuições para a Educação Patrimonial. Belo Horizonte: SEE/MG, 2002. p.37-50.

MACIEL, D. Circuito da Praça da Liberdade já é uma referência nacional. Diário do Comércio, Belo Horizonte, 14 dez. 2013. Caderno DC Turismo. Disponível em: . Acesso em: 30 out. 2014.

MENICONI, R. A questão do patrimônio: arquitetura, memória e gestão das cidades. Cadernos de Arquitetura e Urbanismo, Belo Horizonte, v. 6, n. 6, p. 45-58, 1998.

MINAS GERAIS. Secretaria do Estado de Cultura. Praça da Liberdade: circuito cultural, arte e conhecimento. Belo Horizonte: Secretaria do Estado de Cultura, Governo do Estado de Minas Gerais, 2012. Disponível em: . Acesso em: 14 out. 2014.

MORIN, E. Introdução ao pensamento complexo. Lisboa: Piaget, 2003.

MUNFORD, L. A cidade na história. Belo Horizonte: Itatiaia, 1996.

O CIRCUITO Cultural Praça da Liberdade está de portas abertas. Blog Maurício Siqueira, 28 jul. 2011. Disponível em: . Acesso em: 28 out. 2014.

PATRIMÔNIO. In: DICIONÁRIO etimológico. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2014.

PEREIRA, P. C. X. Construindo o Patrimônio e a Memória na Cidade Contemporânea: Alternativas e Problemas. In: SEMINÁRIO DE HISTÓRIA DA CIDADE E DO URBANISMO, 5., 1998, Campinas. Anais do V Seminário de História da Cidade e do Urbanismo: Cidades: temporalidades em confronto. Campinas: Mestrado em Urbanismo – FAU-PUC-Campinas, 1998. p. 1-10. Disponível em: . Acesso em: 14 out. 2014.

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE. O traçado da cidade e a exclusão social. Belo Horizonte: Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, [s.d.]. Disponível em:. Acesso em: 05 out. 2014.

RANGEL, M. M. Educação Patrimonial – Conceitos sobre Patrimônio Cultural. In: MINAS GERAIS. Secretaria de Estado da Educação. Reflexões e Contribuições para a Educação Patrimonial. Belo Horizonte: SEE/MG, 2002. p.15-36.

SMITH, Neil. A gentrificação generalizada: de uma anomalia local à “regeneração” urbana como estratégia urbana global. In: Bidou-Zachariasen, C. (ed.), De volta à cidade. Dos processos de gentrificação às políticas de «revitalização» dos centros urbanos. São Paulo: Annablume, 2006.

UNFPA – Fundo de População das Nações Unidas. Relatório sobre a situação da população mundial 2011. Brasília: UNFPA-Brasil, 2011. Disponível em: . Acesso em: 14 out. 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.22296/2317-1529.2014v16n2p97

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS URBANOS E REGIONAIS - REV. BRAS. ESTUD. URBANOS REG. (Online)

ISSN: 2317-1529 (eletrônico); 1517-4115 (impresso)

 

Indexadores, Repositórios e Bases de dados:

                              


Redes Sociais: 


Licenciada sob uma Licença Creative Commons:

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia