Em busca de novos caminhos metodológicos: percepção e vivência nos espaços públicos urbanos contemporâneos por idosos da cidade de João Pessoa | In search of new methodological paths: perception and experience in contemporary urban public spaces by elderly people in the city of João Pessoa

  • Marcela Dimenstein Centro Universitário de João Pessoa, Curso de Arquitetura e Urbanismo, João Pessoa, PB
  • Jovanka Baracuhy Cavalcanti Scocuglia Universidade Federal da Paraíba, Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, João Pessoa, PB
Palavras-chave: idosos, memória, experiência urbana, espaço público, novas metodologias.

Resumo

Neste artigo buscamos discutir as novas possibilidades de compreensão da cidade contemporânea, das ferramentas e formas de registro de aproximação e identificação das experiências efêmeras, vistas aqui como positivas, enquanto formas que contestam as ideias pessimistas sobre a condição contemporânea de resistência e crítica à ideia de empobrecimento da ação urbana, de perda da corporeidade nos espaços públicos. Objetivamos apresentar nossas reflexões vinculadas à construção metodológica de pesquisa com um grupo de idosos que experimentam os espaços públicos do centro de João Pessoa. Convidamos à reflexão sobre as nossas estratégias investigativas e de análise, recriando modos de aproximação, abordagem e vínculo com o grupo focal. Discutiremos os desafios e as possibilidades de investigação de campo, os registros e a transmissão das experiências urbanas coletadas. Procuramos combinar a fotografia e desenhos na nossa própria narrativa, procurando facilitar a leitura do espaço trabalhado e das relações construídas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcela Dimenstein, Centro Universitário de João Pessoa, Curso de Arquitetura e Urbanismo, João Pessoa, PB

Graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Paraíba em 2011 e Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo/UFPB em 2014. Atualmente é professora assistente do Curso de Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário de João Pessoa - UNIPÊ. Participa do laboratório de pesquisa: Cidades, Culturas Contemporâneas e Urbanidade desde 2010 e tem experiência em Teoria da Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em experiências urbanas desviantes na contemporaneidade e novos modos de apreensão da cidade.

Jovanka Baracuhy Cavalcanti Scocuglia, Universidade Federal da Paraíba, Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, João Pessoa, PB

Graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Paraíba – UFPB (1988), é docente e pesquisadora do Departamento de Arquitetura/CT/UFPB desde 1989, do PPGAU/UFPB e do PPGS-UFPB. Mestre em Ciências Sociais pela Universidade Federal da Paraíba-UFPB (1992), doutora em Sociologia Urbana (2003) pela Universidade Federal de Pernambuco-UFPE e pós-doutorado em Sociologie Urbaine e Antropologie pela Université Lumière Lyon 2 como membro do Groupe de Recherche sur la Socialisation GRS – CNRS. Líder do Grupo de pesquisa Cidade, Cultura  Contemporânea e Urbanidade. Pesquisadora Bolsista de Produtividade em Pesquisa PQ/CNPQ nível 2. É pesquisadora membro do Réseau Ambiances/CRESSON/ Grenoble/França.

Referências

AGAMBEN, G. Infância e História: destruição da experiência e origem da história. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2005.

ANDRADE, P. A. F. Metamorfose dos centros urbanos: Uma análise das transformações na centralidade de João Pessoa – PB 1970-2006. 2007. 150 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Urbana) – Centro de Tecnologia, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2007. Disponível em: <http://tede.biblioteca.ufpb.br/bitstream/tede/5573/1/ arquivototal.pdf> . Acesso em: 10 mar. 2017.

BENJAMIN, W. Obras Escolhidas I: Magia e técnica, arte e política. Ensaios sobre literatura e história da cultura. São Paulo: Brasiliense, 2012.

BRITO, F. D.; JACQUES, P. “Corpocidade: arte enquanto micro-resistência urbana. Fractal: Revista de Psicologia, v. 21, n. 2, p. 337-359, maio/ago. 2009. https://doi.org/10.1590/ s1984-02922009000200010

BOSI, E. Memória & sociedade: lembrança de velhos. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

CERTEAU, M. Caminhadas pela Cidade. In: CERTEAU, M. A Invenção do Cotidiano. Petrópolis: Vozes, 1990. p. 169-192.

CARLOS, A. F. A. O Espaço urbano: novos escritos sobre a cidade. São Paulo: Contexto, 2004.

DEBORD, G. A sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Contratempo, 1997.

FERRARA, L. Ver a Cidade. São Paulo: Nobel, 1988.

FERRARA, L. Olhar Periférico. 2. ed. São Paulo: EDUSP/FAPESP, 1993. FÜZESSÉRY, S.; SIMAY, P. (Org.). Le choc des metrópoles. Simmel, Kracauer, Benjamin. Paris/Tel-Aviv: Editions de l’éclat, 2008.

GAGNEBIN, J. História e narração em Walter Benjamin. São Paulo: Perspectiva, 2007.

GAGNEBIN, J. Walter Benjamin ou história aberta. In: BENJAMIN, W. Magia e técnica, Arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. São Paulo: Brasiliense, 2012. p. 07-19.

GOMES, M. A. F.; DIMENSTEIN, M. Subjetividade e narrativas visuais: a fotografia como recurso metodológico na pesquisa com crianças e adolescentes no campo da psicologia. Vivência: Revista de Antropologia, n. 29, p. 409-427, 2005. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2017.

HALBWACHS, M. A memória coletiva. São Paulo: Centauro, 2009.

JACQUES, P. B. Apologia da deriva. Escritos situacionistas sobre a cidade. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2003.

JACQUES, P. B. Espetacularização urbana contemporânea. Cadernos PPGAU/UFBA, v. 3, n. especial, 2004. Disponível em: <https://portalseer.ufba.br/index.php/ppgau/article/ view/1684>. Acesso em: 10 mar. 2017.

JACQUES, P. B. Zonas de Tensão: em busca de micro-resistências urbanas. In: BRITTO, F. D.; JACQUES, P. B. (Org.). Corpocidade: debates, ações e articulações. Salvador: EDUFBA, 2010. p. 106-119. Disponível em: <http://www.corpocidade.dan.ufba. br/2010/LIVRO_CORPOCIDADE.pdf>. Acesso em: 10 mar. 2017.

JACQUES, P. B. Elogio aos errantes. Salvador: EDUFBA, 2012.

LÉFÈBVRE, H. O direito à cidade. São Paulo: Centauro, 2001.

MARTINS, P. D.; MAIA, D. S. O caminho que leva ao mar: a Avenida Epitácio Pessoa, via de expansão e estruturação da cidade de João Pessoa – PB. In: ENCONTRO NACIONAL DA ANPUR, 16., 2015, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: ANPUR, 2015. Disponível em: <http://xvienanpur.com.br/anais/?wpfb_dl=677>. Acesso em 10 mar. 2017.

MINAYO, M. Ciência Técnica e Arte: o desafio da pesquisa social. Petrópolis: Vozes, 1999.

MCCLOUD, S. Desvendando os quadrinhos. São Paulo: M. Books,1995.

OLIVEIRA, J. Uma contribuição aos estudos sobre a relação transporte e crescimento urbano: O caso de João Pessoa – PB. 2006. Dissertação (Mestrado em Engenharia Urbana) – Centro de Tecnologia, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2006.

PEREIRA, F. T. B. Difusão da Arquitetura Moderna na Cidade de João Pessoa (1956-1971). 2008. 276 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) – Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2008. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18142/tde-21072008-142851/pt-br. php>. Acesso em: 10 mar. 2017.

RIBEIRO, A. C. T. Dança de Sentidos: na busca de alguns gestos. In: BRITTO, F. D.; JACQUES, P. B. (Org.). Corpocidade: debates, ações e articulações. Salvador: EDUFBA, 2010. p. 24-41. Disponível em: <http://www.corpocidade.dan.ufba.br/2010/LIVRO_ CORPOCIDADE.pdf> . Acesso em: 10 mar. 2017.

SANTOS, C. N. F. (Coord.). Quando a rua vira casa. São Paulo: Projeto, 1985.

SANTOS, M. A Natureza do Espaço: Técnica e Tempo, Razão e Emoção. São Paulo: EDUSP, 2006.

SANTOS, M. Da totalidade ao lugar. São Paulo: EDUSP, 2008.

SCOCUGLIA, J. B. C. Revitalização urbana e (re) invenção do Centro Histórico de João Pessoa (1987-2002). João Pessoa: Ed. UFPB, 2004.

SCOCUGLIA, J. B. C. Cidades, intervenções e práticas urbanas: usos do espaço público e qualidade sociourbanística nos centros de João Pessoa e Recife. In: SILVEIRA, J., DUTRA, M.; COSTA, A. (Org.). Espaços livres públicos e suas interfaces intraurbanas. João Pessoa: AB Editores, 2016. p. 186-229.

SENNET, R. O Declínio do homem público: as tiranias da intimidade. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

SIMMEL, G. As grandes cidades e a vida do espírito (1903). Mana: Estudos de Antropologia Social, v. 11, n. 2, p. 577-591, out. 2005. https://doi.org/10.1590/S010493132005000200010 SILVEIRA, D.; GERHARDT, T. (Org.). Métodos de Pesquisa. Porto Alegre: Ed. UFRGS, 2009.

THIBAUD, J. Por uma gramática geradora das ambiências. In: SCOCUGLIA, J. B. C. (Org.). Cidade, Cultura e Urbanidade. João Pessoa: Ed. UFPB, 2012. p. 27-70.

Publicado
2017-08-25