Trajetórias regionais de desenvolvimento no brasil contemporâneo: uma agenda de pesquisa

  • Alexandre Abdal Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV EAESP) e Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), São Paulo, SP, Brasil.
Palavras-chave: Desenvolvimento regional, trajetórias regionais de desenvolvimento, desigualdade regional, desconcentração da produção, políticas regionais., Brasil

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo consolidar e propor uma agenda de pesquisa para a investigação das trajetórias regionais de desenvolvimento no Brasil contemporâneo. Enraizada nos desdobramentos de minha trajetória de pesquisa, o doutorado, especialmente, a agenda proposta visa observar os novos espaços produtivos, sobretudo, fora dos eixos mais tradicionais de localização da atividade econômica no Brasil – ou seja, Sudeste e Sul. A investigação dessas trajetórias perpassa a análise dos seus determinantes econômicos e não econômicos, bem como as suas consequências em termos sociais, políticos e demográficos e as suas interações com políticas públicas municipais, estaduais e/ou federais. As estratégias de investigação serão tanto mais profícuas quanto mais forem capazes de combinar métodos quantitativos e qualitativos, ou seja, a manipulação de bases de dados secundárias e públicas com a pesquisa participante e entrevistas semiestruturadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandre Abdal, Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV EAESP) e Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), São Paulo, SP, Brasil.
Doutor em Sociologia pela FFLCH-USP e pós-doutorando pelo International Postdoctoral Program (IPP-Cebrap/SP). Professor da FGV EAESP e pesquisador do Cebrap/SP e do Observatório das Metrópoles-Núcleo SP.

Referências

ABDAL, Alexandre. São Paulo, desenvolvimento e espaço. São Paulo: Papagaio, 2009.

ABDAL, Alexandre. Sobre regiões e desenvolvimento. Tese (Doutorado em Sociologia), FFLCH/USP, 2015.

ABDAL, Alexandre. Desenvolvimento regional no Brasil contemporâneo: para uma qualificação do debate sobre desconcentração industrial. Novos Estudos Cebrap, vol. 36, nº 108, 2017.

ABDAL, Alexandre. Contribuição à crítica da política industrial no Brasil entre 2004 e 2014. Novos Estudos Cebrap, vol. 38, nº 2, 2019.

ALMEIDA, Mansueto de. Desafios da real política industrial brasileira do século XXI. Texto para discussão n° 1452. Brasília: Ipea, 2009.

ALMEIDA, Ronaldo de. Estudos de caso: foco temático e diversidade metodológica. In: ABDAL, Alexandre et al. (Orgs.). Métodos de pesquisa em Ciências Sociais: bloco qualitativo. São Paulo: Sesc-SP/Cebrap, 2016.

AMSDEN, Alice. A ascensão do “Resto”. São Paulo: Unesp, 2009.

ARAÚJO, Tânia Bacelar de. Por uma política nacional de desenvolvimento regional. In: Ensaios sobre o desenvolvimento brasileiro. Rio de Janeiro: Revan, 2000.

ARAÚJO, Tânia Bacelar de. A experiência de planejamento regional no Brasil. In: Ensaios sobre o desenvolvimento brasileiro. Rio de Janeiro: Revan, 2000.

ARAÚJO, Tânia Bacelar de. Poder local, governos municipais e políticas de indução do desenvolvimento econômico no Brasil. Ensaios sobre o desenvolvimento brasileiro. Rio de Janeiro: Revan, 2000.

ARBIX, Glauco. Desenvolvimento regional e guerra fiscal entre estados e municípios no Brasil. In: GUIMARÃES, Nadya Araújo; SCOTT, Martin (Orgs). Competitividade e desenvolvimento. São Paulo: Senac, 2001.

ARBIX, Glauco. Caminhos cruzados. Novos Estudos Cebrap, nº 87, 2010.

ARBIX, Glauco; MARTIN, Scott. Beyond Developmentalism and Market Fundamentalism in Brazil. Presented at Workshop on States, Development and Global Governance of the Global Legal Studies Center and the Center for World Affairs and the Global Economy (WAGE), 2010.

ARRETCHE, Marta. Democracia, federalismo e centralização no Brasil. Rio de Janeiro: FGV e Fiocruz, 2012.

ARRIGHI, Giovanni. O longo século XX. Rio de Janeiro: Contraponto, 1996.

BOSCHMA, Ron A. Proximity and Innovation. Regional Studies, vol. 39, nº 01, 2005.

BOURDIEU, Pierre. A distinção. São Paulo/Porto Alegre: Edusp/Zouk, 2007.

BRANDÃO, Carlos Antônio. Mudanças produtivas e econômicas e reconfiguração territorial no Brasil no início do século XXI. RBEUR, vol. 21, nº 02, 2019.

BRENNER, Neil. New State Spaces. Oxford: University Press, 2004.

BRENNER, Neil. A globalização como reterritorialização: o reescalonamento da governança urbana na União Europeia. Cadernos Metrópole, vol. 12, nº 24, 2010.

BRESSER-PEREIRA, Luiz Carlos. Brasil, sociedade nacional-dependente. Novos Estudos Cebrap, nº 93, 2012.

BRESSER-PEREIRA, Luiz Carlos. Desenvolvimento, sofisticação produtiva, valor trabalho e salários. Nova Economia, vol. 29, nº 01, 2019.

CANO, Wilson. Concentração e desconcentração econômica regional no Brasil: 1970-1995. In: CANO, Wilson. Desequilíbrios regionais e concentração industrial no Brasil. Campinas: IE/Unicamp, 1998.

CANO, Wilson. Desequilíbrios regionais e concentração industrial no Brasil. São Paulo: Unesp, 2007.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

CASTRO, Edna. Expansão da fronteira, megaprojetos de infraestrutura e integração sul-americana. Caderno CRH, vol. 25, nº 64, 2012.

DINIZ, Clélio Campolina. Desenvolvimento poligonal no Brasil. Nova Economia, vol. 3, nº 1, 1993.

DINIZ, Clélio Campolina. A nova configuração urbano-industrial no Brasil. In: KON, Anita (Org.). Unidade e fragmentação. São Paulo: Perspectiva, 2002.

DINIZ, Clélio Campolina; CROCCO, Marco. Bases teóricas e instrumentais da economia regional e urbana e sua aplicabilidade ao Brasil. In: DINIZ, Clélio Campolina; CROCCO, Marco (Orgs.). Economia regional e urbana. Belo Horizonte: UFMG, 2006.

EVANS, Peter. Autonomia e parceria. Rio de Janeiro: UFRJ, 2004.

FAINSTEIN, Susan S.; CAMPBELL, Scott. The Structure and Debates of Planning Theory. In: FAINSTEIN, Susan S.; CAMPBELL, Scott (Eds.). Readings in Planning Theory. West Sussex: Blackwell, 2012.

FERNANDES, Ana Cristina. Da reestruturação corporativa à competição entre cidades. Espaço e Debates, vol. 41, 2001.

FRIEDMAN, John. Insurgencies. Abingdon: Routledge, 2011.

FURTADO, Celso. Introdução ao desenvolvimento. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2000.

HARVEY, David. A condição pós-moderna. São Paulo: Loyola, 2009.

HEALEY, Patsy. Collaborative Planning in Perspective. Planning Theory, vol. 2, nº 2, 2003.

HEALEY, Patsy. City Regions and Place Development. Regional Studies, vol. 43, nº 06, 2010.

JACOBS, Jane. The Economy of Cities. Nova York: Vintage Books, 1970.

KARAM, Ricardo Antônio de Souza. A economia política do desenvolvimento territorial. Tese (Doutorado em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento), IE/UFRJ, 2012.

KLINK, Jeroen et al. Development Regimes, State Spaces and Complexity. Apresentado no I Seminário de Desenvolvimento Regional, Estado e Sociedade, Rio de Janeiro, 2012.

LAW-YONE, Hubert. Another Planning Theory? Planning Theory, vol. 06, nº 3, 2007.

LIMA, Jacob Carlos et al. Os novos territórios da produção e do trabalho. Caderno CRH, vol. 24, nº 62, 2011.

LOTTA, Gabriela; FAVARETO, Arilson. Desafios da integração nos novos arranjos institucionais de políticas públicas no Brasil. Apresentado na 18th IRPSM Annual Conference, Ottawa, Canadá, 2014.

MACEDO, Fernando C. Transformação econômica, inserção externa e dinâmica territorial no CO. Soc. & Nat., vol. 25, nº 1, 2013.

MACEDO, Fernando C; MORAIS, José M. L. Inserção comercial externa e dinâmica territorial no Brasil. Informe Gepec, vol. 15, nº 1, 2011.

MARKUSEN, Ann. National Contexts and the Emergence of Second Tier Cities. In: MARKUSEN, Ann; LEE, Yong-Sook; DIGIOVANNA, Sean (Eds.). Second Tier Cities. Minneapolis: University of Minnesota Press, 1999a.

MARKUSEN, Ann. Four Structures for Second Tiers Cities. In: MARKUSEN, Ann; LEE, Yong-Sook; DIGIOVANNA, Sean (Eds.). Second Tier Cities. Minneapolis: University of Minnesota Press, 1999b.

MARSHALL, Alfred. Princípios de economia. Vol. 1. São Paulo: Abril Cultural, 1982.

MITERHOF, Marcelo. O nó do ICMS. Folha de S.Paulo. Caderno Mercado, 16 maio 2013.

MORAES, Sílvio Ribeiro; STEINBERGER, Marília. A desconcentração produtiva entre 2000 e 2015. RBEUR, vol. 21, nº 2, 2019.

MOULAERT, Frank. Institutional Economics and Planning Theory. Planning Theory, vol. 4, nº 1, 2005.

NASCIMENTO, Sidnei Pereira. Guerra fiscal. Economia Aplicada, vol. 12, nº 4, 2008.

NELSON, Richard; WINTER, Sidney. Uma teoria evolucionária da mudança econômica. Campinas: Unicamp, 2005.

PACHECO, Carlos Américo. Fragmentação da nação. Campinas: IE/Unicamp, 1998.

PINHEIRO, Andréa de C. L. et al. Dinâmica demográfica e políticas públicas urbanas em áreas de influência de grandes projetos econômicos no estado do Pará. Águas de Lindoia: XVIII Encontro Nacional de Estudos Populacionais, 2012.

PIORE, Michael; SABEL, Charles. The Second Industrial Divide. Nova York: Basic Books, 1984.

PROENÇA, Anderson Dias; SANTOS Jr., Wilson Ribeiro dos. Reestruturação produtiva e a consolidação de novos eixos de desenvolvimento territorial. RBEUR, vol. 21, nº 2, 2019.

RUIZ, Ricardo Machado. A organização territorial da indústria no Brasil. In: DE NEGRI, João Alberto; SALERNO, Mario (Orgs.). Inovações, padrões tecnológicos e desempenho das firmas industriais brasileiras. Brasília: Ipea, 2006.

SABÓIA, João. A continuidade do processo de desconcentração regional da indústria brasileira nos anos 2000. Nova Economia, vol. 23, nº 2, 2013.

SALLUM Jr., Brasílio. Labirintos: dos generais à nova República. São Paulo: Hucitec, 1996.

SALLUM Jr., Brasílio. O Brasil sob Cardoso: neoliberalismo e desenvolvimentismo. Tempo Social, vol. 11, no 2, 1999.

SANTOS, Fernando Burgos P. A atuação dos governos locais na redução das desigualdades socioeconômicas. Tese (Doutorado em Governo e Sociedade Civil em Contexto Local), FGV EAESP, 2013.

SASSEN, Saskia. Sociologia da globalização. Porto Alegre: Artmed, 2010.

SCHAPIRO, Mário. Ativismo estatal e industrialismo defensivo. Texto para discussão n° 1856. Brasília: Ipea, 2012.

SCHETTINI, Daniela. As exportações industriais regionais brasileiras. RBEUR, vol. 21, nº 2, 2019.

SILVA, Arlete M.; SANTOS, Rosselvelt José. O gigante dormente. Soc. & Nat., vol. 26, nº 1, 2014.

SILVA, Sandro Pereira. Avanços e limites na implementação de políticas públicas nacionais sob a abordagem territorial no Brasil. Texto para discussão n° 1898. Brasília: Ipea, 2013.

SCOTT, Allen. Geography and Economy: Three Lectures. Oxford: University Press, 2006.

SOUZA, Celina. Federalismo, desenho constitucional e instituições federativas no Brasil pós-1988. Sociologia e Política, nº 24, 2005.

STORPER, Michael. The Regional World. Nova York: Guilford Press, 1997.

SUZIGAN, Wilson; FURTADO, João. Política industrial e desenvolvimento. Economia e Política, vol. 26, n° 2, 2006.

TINOCO, Alexandre. Integração ou fragmentação? Estudos Regionais e Urbanos, vol. 17, nº 41, 2001.

TORRES-FREIRE, Carlos Eduardo. KIBS no Brasil. Dissertação de Mestrado. FFLCH/USP, 2006.

WALLERSTEIN, Immanuel. World-Systems Analysis. Duke: University Press, 2006.

WEBER, Max. Economia e sociedade. Brasília: UnB, 1991.

YIN, Robert K. Case Study Research: Design and Methods. Londres/Nova Délhi: Thousand Oaks/Sage, 2003.

Publicado
2020-02-12
Seção
Artigos - Planejamento e Políticas Públicas