O engenheiro Antônio Bezerra Baltar: prática urbanística, CEPUR e SAGMACS

  • Virgínia Pontual Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, Recife, Pernambuco
Palavras-chave: CEPUR, estudos urbanos, Lebret, prática urbanística, SAGMACS.

Resumo

Resumo: A contribuição do engenheiro Antônio Bezerra Baltar para a constituição da prática do urbanismo no Brasil ainda apresenta lacunas historiográficas. A presente narrativa ao seguir a perspectiva da história cultural traz outros aportes à medida que apresenta Baltar não apenas inserido em um cenário local, mas também no nacional e internacional, articulando em instituições suas ideias às suas práticas urbanísticas. Neste sentido é mostrada no presente artigo a sua passagem no Centro de Estudos de Planejamento Urbano e Regional (CEPUR) e na Sociedade de Análise Gráfica e Mecanográfica Aplicada aos Complexos Sociais (SAGMACS). Aborda também a contribuição do padre dominicano francês Louis-Joseph Lebret para a formaçãodo pensamento de Baltar. Em um movimento inverso, indica como a prática urbanística de Baltar contribuiu para o entendimento de Lebret sobre cidade e urbanismo. A interpretação documental das práticas urbanísticas de Baltar situa obras, ideias e instituições que constituíramo campo do urbanismo no Brasil dos anos 1950.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANGELO, M. R. Les développeurs: Louis-Joseph Lebret e a SAGMACS na formação de um grupo de ação para o planejamento urbano no Brasil. São Carlos: Programa de PósGraduação em Arquitetura e Urbanismo da EESC-USP, 2010.

BALTAR, A. B. Por uma economia humana. Recife: Imprensa Oficial, 1950.

BALTAR, A. B. Diretrizes de um plano regional para o Recife. Tese de Concurso para provimento da cadeira de Urbanismo e Arquitetura Paisagística na Escola de Belas Artes da Universidade do Recife. Recife, 1951.

BALTAR, A. B. “Universidade, economia e humanismo”. Revista de Engenharia. Recife, ano VI, n.7, jan.-dez., 1953.

BALTAR, A. B. “Progresso técnico e níveis de vida”. Boletim Técnico da SVOP. Recife, ano XVII, v.XXXIX e XL, jul.-dez., 1955.

BALTAR, A. B. “Ourinhos – Plano da Cidade”. Revista do Serviço Público/DASP. Rio de Janeiro, ano XVIII, v.72, n.3, p.311-52, set., 1956.

BALTAR, A. B. Seis Conferências de Introdução ao Planejamento Urbano. Publicação da Escola de Belas Artes da Universidade da Bahia, 1957.

BALTAR, A. B. “Índices Característicos do Desenvolvimento Urbano: tentativa de siste“Índices Característicos do Desenvolvimento Urbano: tentativa de sistematização de uma teoria da urbanização das unidades residenciais”. Separata da Revista Portuguesa Binário, n.14, 1959.

BALTAR, A. B. “Urbanismo”. Recife. Imprensa Oficial. Separata da Revista do Departamento de Extensão Cultural e Artística (DECA). Recife, n.2, 1960.

BALTAR, A. B. “Introdução”. In Lebret, L.J. Estudo sobre desenvolvimento e implantação de indústrias, interessando a Pernambuco e ao Nordeste. Recife. 2.ed. rev. Condepe, 1974.

BALTAR, A. B. Entrevistas concedidas por Baltar a autora deste trabalho, em março de 1993 e em fevereiro de 1995.

BALTAR, A. B. Palestra pronunciada pelo engenheiro Antônio Bezerra Baltar no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Urbano da UFPE. Recife, em 11 de setembro de 1989.

BARDET, G. Pierre sur Pierre. Construction du nouvel urbanisme. Paris: Éditions L.C.B. Section Bâtiment, 1947.

BREUIL, M. L. T. Le père Lebret et la constructuion d’une pensée chrétienne sur Le développement : dans le sillage de medèles politiques et intellectuels émergents au Brésil, 1947-1966. Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales, mémoire de máster II, 2006.

CALLADO, A. Tempo de Arraes: a revolução sem violência. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2. ed., 1979

CARVALHO, P. F. O Planejamento na instância política da luta de classes: análise de planos para a metrópole recifense. Rio Claro, São Paulo: Instituto de Geociências e Ciências Exatas – UNESP, tese doutorado, 1992.

CAVALCANTI, P. O caso eu conto, como o caso foi: da Coluna Prestes à queda de Arraes: memórias. São Paulo: Alfa-Omega, 1978.

CENTRO DE ESTUDOS E PLANEJAMENTO REGIONAL E URBANO. Planejamento Físico: diretrizes. Cidade de Juripiranga, Estado da Paraíba. Recife: Imprensa Universitária da UFPE, 1967.

CESTARO, L. Urbanismo e humanismo: a SAGMACS e o estudo da Estrutura Urbana da Aglomeração Paulistana. São Carlos: Programa de Pós Graduação em Arquitetura e Urbanismo da EESC/USP, dissertação mestrado, 2009.

COELHO, F. V. Direita, volver: o golpe de 1964 em Pernambuco. Recife: Bagaço, 2004.

CORREIA, T. B. “Urbanismo e política: Recife, 1930-1950”. In Revista de Pesquisa em Arquitetura e Urbanismo. São Paulo: Programa de Pós-Graduação do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da EESC-USP, 2005.

GADELHA, E. R. Antônio Bezerra Baltar, Professor Emérito da Universidade Federal de Pernambuco: Discurso panegírico. Recife: Editora Universitária, 1995.

GOMES DA SILVA, G. Antônio Bezerra Baltar, 1915-2003. Do.Co.Mo.Mo. Recife, 2003. Disponível em: http://www.docomomo.org.br/portaretratos%20Baltar.htm . Acessado em: 14/11/2008.

HOUÉE, P. Un éveilleur d’humanité: Louis-Joseph Lebret. Paris: Les éditions de l’Atelier/ éditions Ouvrières, 1997.

IANNI, O. Estado e planejamento urbano no Brasil (1930-1970). Rio de Janeiro: Edições Civilização Brasileira, 1971.

LAMPARELLI, C. M. “Louis-Joseph Lebret e a pesquisa urbano-regional no Brasil: crônicas tardias ou história prematura”. In: Espaço & Debates. São Paulo. Núcleo de Estudos Regionais e Urbanos. Ano XIV, n.37, 1994

LAMPARELLI, C. M. “O ideário do urbanismo em São Paulo em meados do século XX. O Pe. Lebret: continuidades, rupturas e sobreposições”. São Carlos. Conferência proferida no 3º Seminário de História da Cidade e do Urbanismo, 1994a.

LAMPARELLI, C. M. Entrevista concedida em maio e junho de 2000, publicadas no site: http:// www.urbanismobr.org . Acesso em: 20 fev. 2008.

LAVAREDA, A. (Org.) A vitória de Arraes. Recife: Inojosa editores, s/d. LEBRET, L. J. Estudo sobre desenvolvimento e implantação de indústrias, interessando a Pernambuco e ao Nordeste. Recife: Conselho de desenvolvimento de Pernambuco/Governo do Estado de PE, 2.ed. rev., 1974.

LEBRET, L. J.; DESROCHES, H. La méthode d’economie et humanisme. Revue Economie et Humanisme. Ecully (Rhône), n.12, mar.-abr./1944.

LEBRET, L. J.; DESROCHES, H. La méthode d’economie et humanisme. Revue Economie et Humanisme. Ecully (Rhône), n.13, mai.-jun.-jul./1944.

LEBRET, L. J.; BRIDE, R. Guide Pratique de l’enquête sociale: L’Enquête urbaine. Paris, Press Universitaires de France, tomo III, 1955.

LEME, M. C. S.; LAMPARELLI, C. “A politização do Urbanismo no Brasil: a vertente católica”. In Anais do IX Encontro Nacional da ANPUR. Rio do Janeiro, 2001.

LEME, M. C. S. “A circulação de ideias e modelos na formação do urbanismo em São Paulo, nas primeiras décadas do século XX”. In: Anais do VIII Seminário de História da Cidade e do Urbanismo, Niterói, 2004.

LUCCHESE, M. C. Em defesa do planejamento urbano: ressonâncias britânicas e a trajetória de Harry James Cole. São Carlos: Departamento de Arquitetura e Urbanismo/ Escola de Engenharia de São Carlos. Tese doutorado, 2009.

MACÊDO, S. Antônio Bezerra Baltar. Recife: Departamento de Arquitetura e Urbanismo da UFPE, trabalho de graduação, 1997.

MACÊDO, S. Antônio Bezerra Baltar e a cidade integrada à região. São Carlos: Escola de Engenharia de São Carlos da USP, dissertação mestrado, 2002.

MONTE, L. A. D. S. O engenheiro Antônio Bezerra Baltar: dossiê de formação profissional e contribuições ao urbanismo. Recife: CNPQ/UFPE/MDU, relatório de iniciação científica, 2009.

MONTENEGRO, A. T.; SIQUEIRA, J.; AGUIAR, A. C. M. Engenheiros do Tempo: memórias da Escola de Engenharia de Pernambuco. Recife: Ed. Universitária da UFPE, 1995.

MOREIRA, F. D.; MACÊDO, S. C. C. “A obra de Antônio Baltar no Recife dos anos 50”. In: Anais do V Seminário de História da Cidade e do Urbanismo, Campinas-SP, 1998.

NETO, A. D. “Problemas do Município de Ourinhos (Estado de São Paulo – a reforma administrativa)”. Revista do Serviço Público/DASP. Rio de Janeiro, ano XVII, jun., 1955, v.67, n.1.

PELLETIER, D. Economie et Humanisme: de l’utopie communautaire au combat pour le tiers-monde, 1941-1966. Paris: Les Éditions du Cerf, 1996.

PONTUAL, V. “A utopia de um novo tempo: reformas sociais e planejamento”. In Anais do IV Seminário de História da Cidade e do Urbanismo. Rio de Janeiro, 1996.

PONTUAL, V. O Saber Urbanístico no Governo da Cidade: uma narrativa do Recife das décadas de 1930 a 1950. São Paulo: FAU/USP, tese doutorado, 1998.

PONTUAL, V. Uma cidade e dois prefeitos: narrativas do Recife das décadas de 1930 a 1950. Recife: Editora Universitária da UFPE, 2001.

PONTUAL, V. “A cidade e o bem comum: o engenheiro Antônio Baltar no Recife dos anos 50”. In: Anais do IX Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Regional, Rio de Janeiro, 2001.

PONTUAL, V. “Urbanism in Recife and the circulation of knowledge: the study of the French Dominican priest Louis-Joseph Lebret”. In: 13th Biennial Conference of the International Planning History Society (IPHS), Chicago, Illinois, USA, University of Florida and University of Illinois, july, 2008.

PONTUAL, V. “O engenheiro Antônio Bezerra Baltar e a obra Índices Característicos do Desenvolvimento Urbano: prática profissional e filiações teóricas”. In: I ENANPARQ: Arquitetura, Cidade, Paisagem e Território: percursos e prospectivas. Rio de Janeiro: ANPARQ, 2010.

PREFEITURA MUNICIPAL DO RECIFE. Política de desenvolvimento do Recife metropolitano. Rio de Janeiro: Consórcio de Planejamento e Empreendimentos Ltda. Recife: Administração Miguel Arraes, 1962.

SAGMACS. Problemas de desenvolvimento: necessidades e possibilidades do Estado de São Paulo. São Paulo, 1954.

SAGMACS. Estrutura urbana de Belo Horizonte. São Paulo, 1958/1959.

SAGMACS. Relatório do Plano Diretor de Belo Horizonte. Belo Horizonte, 1962. 63p. il.

SAGMACS & SÃO PAULO (Cidade) Comissão de Pesquisa Urbana. Estrutura urbana de aglomeração paulistana: estruturas atuais e estruturas racionais. São Paulo, 1958. 4 partes em 3v.

SANTA CRUZ, B. “Problemas do Município de Ourinhos (sugestões para um planejamento racional da administração municipal)”. Revista do Serviço Público/DASP. Rio de Janeiro, ano XVII, dez., 1955, v.69, n.3, p.162-85.

SILVA, L. D. O Partido Socialista Brasileiro e sua atuação em Pernambuco (1945-1950). Recife. PIMES/Dept. de Ciência Política/UFPE, dissertação de mestrado, 1986.

SOARES, J. A. A frente do Recife e o governo do Arraes: nacionalismo em crise 1955-1964. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.

VALLADARES, L. La favela d’un siècle à l’autre. Paris: Éditions de la Maison des Sciences de l’homme. 2006.

Publicado
2011-05-31
Seção
Artigos