Brasil nos anos noventa: opções estratégicas e dinâmica regional

  • Tânia Bacelar de Araújo Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Recife, Pernambuco
Palavras-chave: desenvolvimento regional, globalização e dinâmica regional, Nordeste brasileiro.

Resumo

O texto reproduz, no essencial, as idéias apresentadas em mesa-redonda do 8º Encontro Nacional da ANPUR, realizado em Porto Alegre, em 1999. Após um breve exame das principais características e tendências do ambiente mundial e brasileiro neste final de século, em especial a partir dos anos 70, examina-se os impactos dessas tendências na dinâmica regional no Brasil, nos anos recentes. A seguir, identificam-se as escolhas estratégicas feitas pelas forças sociais e econômicas que dominam o cenário político do País, as políticas principais que as implementam, nos anos 90, e busca-se especular sobre os prováveis impactos na dinâmica regional brasileira. Argumentos são, então, apresentados sobre duas hipóteses principais: a do estancamento da tendência à desconcentração, que dominou dos anos 70 até meados dos 80, e a tendência à fragmentação do País. Ao final, identificam-se algumas contratendências e destaca-se a importância de o Governo Federal definir e implementar uma política nacional de desenvolvimento regional.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AFFONSO, R., SILVA, P. L. B. (Orgs.). Desigualdades regionais e desenvolvimento. São Paulo: Fundap/Editora Unesp, 1995.

ARAÚJO, T. B. “Por uma política nacional de desenvolvimento regional”. Revista Econômica do Nordeste, Fortaleza, Banco do Nordeste, v.30, n.2, abr-jun 1999.

BRAGA, J. C. “Financeirização global”. In: TAVARES, M. da C., FIORI, J. L. (Orgs.). Poder e Dinheiro. 2.ed. Petrópolis: Vozes,1997.

BRANDÃO, C. A. et al. “Brasil em ação: os possíveis impactos sobre Minas Gerais”. Economia – Ensaios, Uberlândia, Departamento de Economia, v.12, n.2, v.13, n.1, 1998.

CAMPOLINA, D. C. A dinâmica regional recente da economia brasileira e suas perspectivas. Brasília: Ipea, 1994.

CAMPOLINA, D. C., CROCCO, M. A. “Restruturação econômica e impacto regional: o novo mapa da indústria brasileira”. Revista Nova Economia, Belo Horizonte, v.6, n.1, jul. 1996.

CANO, W. “Concentração e desconcentração econômica regional no Brasil: 1970/95”. Revista Economia e Sociedade, Campinas, Unicamp, n.8, jun. 1997.

CHESNAIS, F. A mundialização do capital. São Paulo: Xamã, 1997.

GUIMARÃES NETO, L. “Desigualdades regionais e federalismo”. In: AFFONSO, R. B., SILVA, P. L. B. (Orgs.). Desigualdades regionais e desenvolvimento. São Paulo: Fundap/ Editora Unesp, 1995.

GUIMARÃES NETO, L. Dinâmica regional brasileira. Brasília: Ipea, relatório de pesquisa, 1996.

HADDAD, P. R. “Para onde vão os investimentos”. Gazeta Mercantil, São Paulo, 16-18 fev. 1996.

LIMA, P. “A abertura comercial, rebatimentos regionais e o planejamento: o Nordeste em realce”. Revista Análise Econômica, Porto Alegre, Ano 16, n.29, março 1998.

PACHECO, C. A. Fragmentação da nação. Campinas: Unicamp/IE, 1998.

TAVARES, M. da C. “A retomada da hegemonia norte-americana”. In TAVARES, M. da C., FIORI, J. L. (Orgs.). Poder e dinheiro: uma economia política da globalização. Petrópolis: Vozes, 1997.

VAINER, C. Regionalismos contemporâneos. In: AFFONSO, R. de B. A., SILVA, P. L. B. de (Orgs.). A Federação em perspectiva: ensaios selecionados. São Paulo: Fundap, 1995.

Publicado
2000-03-31
Seção
Artigos