Rio de Janeiro “tipo Colômbia”: jogo de escalas, controle territorial e segurança urbana

  • Licio Caetano do Rego Monteiro Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de Educação de Angra dos Reis da Universidade Federal Fluminense, RJ
Palavras-chave: Rio de Janeiro, Colômbia, segurança pública, controle territorial, violência.

Resumo

O presente artigo tem por objetivo analisar a política de implantação das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) no Rio de Janeiro a partir de uma comparação com a experiência das políticas de segurança desenvolvidas na Colômbia nos marcos da Política de Consolidação da Segurança Democrática (2007). Numa análise comparativa, identificamos a transição de uma imagem negativa da violência colombiana, usada de diferentes maneiras para se referir à situação de violência urbana do Rio de Janeiro, para uma imagem positiva do modelo colombiano de segurança, assimilado no contexto das políticas de segurança pública na metrópole carioca. O uso do modelo colombiano como referência para analisar a política de segurança pública no Rio de Janeiro não se prende somente à transferência de experiências de políticas públicas (policy transfer), mediada pelos atores institucionais, mas inclui processos mais ou menos espontâneos, como a produção da imagem urbana (ou nacional, no caso da Colômbia), as estratégias de controle territorial, a relação entre segurança e ganhos econômicos, a combinação entre modalidades de segurança pública e segurança privada criminal e os efeitos de “integração excludente” no tecido socioespacial urbano.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Licio Caetano do Rego Monteiro, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de Educação de Angra dos Reis da Universidade Federal Fluminense, RJ
Doutor em Geografia (UFRJ), pesquisador do Grupo Retis/UFRJ.

Referências

ABENTE, D. Paraguay, un escenario confuso y cambiante. In: MATHIEU, H.;GUARNIZO, C. N. (Ed.). Anuario 2010 de la Seguridad Regional en América Latina y el Caribe. Bogotá: FESCOL, 2010. p. 187-193.

AGENCIA ESTADO. Cabral diz que vai a Colômbia para aprender a recuperar áreas degradadas. O Estado de São Paulo, São Paulo, 20 fev. 2007. Disponível em: <http://brasil.estadao.com.br/noticias/geral,cabral-diz-que-vai-a-colombia-para-aprender-a-recuperar-areas-degradadas,20070220p14497>. Acesso em: 23 dez. 2013.

AQUINO, R. As lições da Colômbia para o Brasil. Revista Época, n.457, 26 maio 2008.

BATISTA, R. UPPs terão fundo de participações ADEMI-RJ. Valor Econômico, Rio de Janeiro, 01 nov. 2013. Disponível em:<http://www.ademi.org.br/article.php3?id_article=55899>. Acesso em: 15 dez 2013.

BUZAN, B.;WAEVER, O. Macro-securitization and security constellations: reconsidering scale in securitization theory. Review of International Studies, v. 35, n. 2, p. 253-276, 2009.

CANO, I.; DUARTE, T. (Coord.). No sapatinho: a evolução das milícias no estado do Rio de Janeiro (2008-2011). Rio de Janeiro: Fundação Heinrich Böll, 2012.

COLOMBIA. Ministerio de Defensa Social.Política de Consolidación de la Seguridad Democratica. Bogotá: Presidencia de la República/Ministerio de Defensa Nacional, 2007.

CURI, L. Mc's Frank, Ticão, Smith e Max rimando na delegacia (reportagem), 2010. Disponível em:<http://www.youtube.com/watch?v=T_rTmkCfiIE>. Acesso em: 31 maio 2013.

FRANCO, B. M. Policiais se vestem de Papai Noel e gnomo durante festa em favela. Folha de São Paulo, São Paulo, 17 dez. 2013. Disponível em:<http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2013/12/1387068-policiais-se-vestem-de-papai-noel-e-gnomo-durante-festa-em-favela.shtml>. Acesso em: 23 dez. 2013.

FRUET, G.; ARAUJO, B.; HENRY, R. A lição da Colômbia: alternativas para a segurança pública. Folha de São Paulo, São Paulo, 7 maio 2007. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/fz0705200708.htm>. Acesso em: 23 dez. 2013.

GUERRA do Rio – clipping de reportagens televisivas sobre a operação de ocupação do Complexo do Alemão, 2010.

HAITI deve receber Unidade de Polícia Pacificadora nos moldes do Rio. Portal G1, Rio de Janeiro, 04 jul. 2013. Disponível em:<http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2013/07/haiti-deve-receber-unidade-de-policia-pacificadora-nos-moldes-do-rio.html>. Acesso em 8 set. 2013.

HARVEY, D. O novo imperialismo. São Paulo: Loyola, 2004 [2003].

HAUGAARD, L.; ISACSON, A.; JOHNSON, J.Un relato aleccionador: las lecciones del Plan Colombia para la política exterior estadunidense hacia México y otros países. [S.l.]: LAWGEP/CIP/WOLA,nov. 2011. Disponível em <http://justf.org/files/pubs/111110_cautionary_sp.pdf>. Acesso em: 10 nov. 2013.

JOVENS da Mangueira e do Tuiuti visitam sede do BOPE. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 6 fev. 2012. Disponível em:<http://www.jb.com.br/rio/noticias/2012/02/06/jovens-da-mangueira-e-do-tuiuti-visitam-sede-do-bope/>. Acesso em: 15 maio 2012.

JUWER, V. V. S. Geografia e voto: comportamento eleitoral em espaços de controle criminoso na cidade do Rio de Janeiro – Brasil. In: ENCUENTRO DE GEÓGRAFOS DE AMERICA LATINA, 14, 2013, Lima. Anales del 14º Encuentro de Geógrafos de America Latina. Lima: [s.n.], 2013.

KLEIN, N. The shock doctrine: the rise of disaster capitalism. New York: Metropolitan Books, 2007.

LEITE, R. “Efeito UPP” na valorização imobiliária chega a 15%. O Globo, Rio de Janeiro, 10 dez. 2013. Disponível em: <http://oglobo.globo.com/rio/efeito-upp-na-valorizacao-de-imoveis-chega-15-11021226>. Acesso em: 15 dez. 2013.

MC FRANK. Tipo Colômbia (rap) In: 1 Hora da Manhã, do MC Frank. Rio de Janeiro, Youtube, 2007. Disponível em:<http://www.youtube.com/watch?v=_K2bHVYma0Q>. Acesso em: 31 maio 2013.

MENDES, A. F. Eleições do Rio: o voto dos pobres, a inclusão diferencial e a cidade do comum. Rede Universidade Nômade, 9 out. 2012. Disponível em: <http://uninomade.net/tenda/eleicoes-do-rio-o-voto-dos-pobres/>. Acesso em: 20 maio 2014.

MITCHELL, K. Ungoverned space: global security and geopolitics of broken windows. Political Geography, v. 29, n; 5, p. 289-197, june 2010.

NERI, M. et al. UPP² e a economia da Rocinha e do Alemão: do choque de ordem ao de progresso. Rio de Janeiro: FGV, CPS, 2011.

NOVAES, A. R.; REGO MONTEIRO, L. C. Relatório de campo na zona de fronteira Colômbia-Venezuela: Cúcuta e Villa del Rosario (COL), San Antonio de Táchira e Ureña (VEN).Rio de Janeiro: Grupo Retis/UFRJ, 2008.Não publicado.

ÓSCAR Naranjo, señalado em México de estimular paramilitarismo. El país, Cali, 21 jan. 2014. Disponível em: <http://www.elpais.com.co/elpais/judicial/noticias/oscar-naranjo-senalado-mexico-estimular-paramilitarismo>. Acesso em: 30 jan. 2014.

PHILLIPS, T. Power battle sparks street war in Brazil´s City of God. The Observer, 11 fev. 2007. Disponível em:<http://www.guardian.co.uk/world/2007/feb/11/brazil.tomphillips>. Acesso em: 14 dez. 2011.

RABASA, A. et al. Ungoverned territories: understanding and reducing terrorism risks. Santa Monica: RAND, 2007.

REDE Globo – RJTV. Prisão de MC Frank e MC Ticão. Youtube, 15 dez. 2010. Disponível em:<http://www.youtube.com/watch?v=7hWQTxB_boE>. Acesso em: 31 maio 2013.

REGO MONTEIRO, L. C. Segurança na América do Sul: a construção regional e a experiência colombiana. 2014. Tese (Doutorado em Geografia) – Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014.

RIO DE JANEIRO (Estado). Secretaria de Estado de Segurança. UPP. Rio de Janeiro: Governo do Estado do Rio de Janeiro, [20--]. Disponível em:<http://www.upprj.com/upload/multimidia/LIVRO_UPPs.pdf>. Acesso em: 8 set. 2013.

RODRIGUES, E. O. Um “campo de pacificação”?: algumas considerações sobre o programa das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) do Rio de Janeiro. 2013. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2013.

RODRIGUES, E. O. Rio-verão-2014: quando extinguir o Comando Vermelho passa a ser a novíssima solução para a questão da violência urbana carioca. Rio de Janeiro: Blog Capitalismo em Desencanto, 28 abr. 2014. Disponível em:<http://capitalismoemdesencanto.org/category/upp/>. Acesso em: 16 maio 2014.

SILVA, J. S.; FERNANDES, F. L.; BRAGA, R. W. Grupos criminosos armados com domínio de território: reflexões sobre a territorialidade do crime na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. In: JUSTIÇA GLOBAL (Org.). Segurança, tráfico e milícia no Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Fundação Heinrich Boll, 2008. p. 16-24.

SOUZA, M. L. A “reconquista do território”, ou Um novo capítulo da militarização na questão urbana. Passa Palavra, 3 dez. 2010. Disponível em:<http://passapalavra.info/2010/12/32598>. Acesso: em 10 nov. 2013.

SOUZA, M. J. N.; COMPANS, R. Espaços urbanos seguros: a temática da segurança no desenho da cidade. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais, v. 11, n. 1, p. 9-24, maio 2009.

TOKATLIAN, J. G. La construcción de un “Estado fallido” en la política mundial: el caso de las relaciones entre Estados Unidos y Colombia. Análisis Político, Bogotá, v. 21, n. 64, p. 67-104, set./dez. 2008.

VARGAS, R. Narcotráfico, guerra y política antidrogas: una perspectiva sobre las drogas en el conflicto armado colombiano. Bogotá: Acción Andina Colombia, 2005.

VARGAS, R. Desarrollo alternativo en Colombia y participación social: propuestas hacia un cambio de estrategia. Bogotá: Dialogo Inter-Agencial en Colombia, 2010.

VARGAS, R. Colômbia: um caso de sucesso da guerra contra as drogas? Revista Eletrônica do Tempo Presente, Rio de Janeiro, v. 6, n. 4, 2011.

WILLIAMS, M. Words, images, enemies: securitization and international politics. International Quarterly Studies, n. 47, p. 511-531, 2003.

Publicado
2014-11-30
Seção
Artigos | Articles: Cidade, Espetacularização e os Grandes Projetos