Expansão do ensino superior e a distribuição regional das universidades brasileiras

Autores

  • Fransuellen Paulino Santos Departamento de Ciências Econômicas, Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil https://orcid.org/0000-0002-1549-124X
  • Pedro Amaral Departamento de Ciências Econômicas, Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil https://orcid.org/0000-0002-2505-035X
  • Luciana Luz Departamento de Demografia, Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil https://orcid.org/0000-0002-0623-1438

DOI:

https://doi.org/10.22296/2317-1529.rbeur.202317

Palavras-chave:

Ensino superior brasileiro, Expansão, Interiorização, Emerging Hotspot

Resumo

Este estudo discute o processo de reorganização do ensino superior brasileiro a partir de sua política de expansão e interiorização, e busca compreender a configuração territorial das matrículas nos cursos de graduação ao longo dos anos. Pelo método emerging hotspot, investigamos os padrões de aglomeração espaço-temporal entre 2003 e 2019. Os resultados apontam que a interiorização ampliou a distribuição espacial do acesso ao ensino superior, com destaque para o Nordeste, e elevou significativamente o número de matrículas para os municípios do interior, principalmente na rede privada. Apesar da ampliação, a tendência de concentração permanece significativa entre as regiões do país, especialmente nos grandes centros e em determinadas áreas de cursos como educação e ciências sociais, negócios e direito. Portanto, entende-se que a expansão teve resultados positivos e, agora, requer uma reavaliação que considere melhor os níveis locais de demanda e o perfil dos cursos ofertados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fransuellen Paulino Santos, Departamento de Ciências Econômicas, Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil

Doutoranda em Economia no Programa de Pós-graduação em Economia do Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional da Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais (Cedeplar/Face/UFMG). Mestra em Economia pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP).

Pedro Amaral, Departamento de Ciências Econômicas, Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil

Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Mestre em Economia pelo Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional da Faculdade de Ciências Econômicas da UFMG (Cedeplar/Face) e Ph.D. pela University of Cambridge (Inglaterra). Professor do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG (Cedeplar); fellow do Center for Spatial Data Science (University of Chicago/Estados Unidos) e Coordenador do Centro de Análise de Dados Econômico-Espaciais (Cadê/UFMG). Foi secretário adjunto (2015-2017), secretário executivo (2017, e 2021-2023) e membro suplente do Conselho Fiscal (2017-2019) da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional (Anpur).

Luciana Luz, Departamento de Demografia, Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil

Graduada em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com mestrado em Demografia pelo Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional da Faculdade de Ciências Econômicas da UFMG (Cedeplar/Face). Ph.D. em Sociologia/Demografia pela Arizona State University (Estados Unidos). Professora adjunta do Departamento de Demografia da UFMG e pesquisadora do Cedeplar.

Referências

AMARAL, P. V.; ROCHA, T. A. H.; BARBOSA, A. C. Q.; LEIN, A.; VISSOCI, J. R. N. Spatially balanced provision of health equipment: a cross-sectional study oriented to the identification of challenges to access promotion. Int J Equity Health, [s.l.], v. 16, 2017a. Doi: 10.1186/s12939-017-0704-x.

AMARAL, P.; LUZ, L.; CARDOSO, F.; FREITAS, R. Distribuição espacial de equipamentos de mamografia no Brasil. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais, [s. l.], v. 19, p. 326, 2017b. Doi: 10.22296/2317-1529.2017v19n2p326. Disponível em: https://rbeur.anpur.org.br/rbeur/article/view/5417. Acesso em: 13 nov. 2022.

AMARAL, P.; CARVALHO, L. R. de; LUZ, L.; BARBOSA, A. C. Q. Estrutura espacial e provisão de atenção primária à saúde nos municípios brasileiros. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais, [S. l.], v. 23, 2021. Doi: 10.22296/2317-1529.rbeur.202110. Disponível em: https://rbeur.anpur.org.br/rbeur/article/view/6437. Acesso em: 13 nov. 2022.

BARROS, G.; HERMETO, A.; AMARAL, P. Desenvolvimento Humano e acesso a serviços: uma análise espacial para os municípios brasileiros. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, v. 15, 2019. Doi: 10.54399/rbgdr.v15i1.4324. Disponível em: https://bit.ly/3FtnMi7. Acesso em: 13 nov. 2022.

BOITRAGO, G. M.; MÔNICA, R. B.; SILVA, D. M.; CERRONI, M. de P.; CORTEZ-ESCALANTE, J. J.; ALMIRON, M.; TERABE; S. H.; ROCHA, T. A. H. Reestruturação dos serviços de emergência à COVID-19 no Brasil: uma análise espaço-temporal, fevereiro a agosto de 2020. Epidemiol. Serv. Saúde, v. 30, 2021. Doi: 10.1590/s1679-49742021000400004.

BOISIER, S. Desenvolvimento. In: SIEDENBERG, D. R. Dicionário de Desenvolvimento Regional. Santa Cruz do Sul: Edunisc, 2006.

BRASIL. Ministério da Educação. Análise sobre a Expansão das Universidades Federais 2003 a 2012. Relatório da Comissão constituída pela Portaria 126/2012. Brasília, 2012. 29 p. Disponível em: http://bit.ly/3MbVg8C. Acesso em: 18 jul. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. A democratização e expansão da educação superior no país 2003–2014. Brasília, 2015. 106 p. Disponível em: https://bit.ly/46H5CoZ. Acesso em: 18 jul. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Plano Nacional de Educação. Brasília, 2022. Disponível em: https://pne.mec.gov.br/#menu-principal. Acesso em: 18 jul. 2022.

COMISIÓN ECONÓMICA PARA AMÉRICA LATINA Y EL CARIBE (CEPAL). Panorama del desarrollo territorial en América Latina y el Caribe, 2015: Pactos para la igualdad territorial. Santiago de Chile: Cepal, 2015. Disponível em: https://hdl.handle.net/11362/39223. Acesso em: 15 jan. 2023.

CRISTINA da SILVA, N.; ROCHA, T. A. H.; AMARAL, P. V.; ELAHI, C.; THUMÉ, E.; THOMAZ, E. B. A. F.; QUEIROZ, R. C. de S.; VISSOCI, J. R. N.; STATON, C.; FACCHINI, L. A. Comprehending the lack of access to maternal and neonatal emergency care: Designing solutions based on a space-time approach. PLoS One, v. 15, n. 7, p. e0235954, 2020. Doi: 10.1371/journal.pone.0235954

ENVIRONMENTAL SYSTEMS RESEARCH INSTITUTE (ESRI). Emerging hot spots analysis (Space time pattern mining). 2023. Disponível em: https://pro.arcgis.com/en/pro-app/latest/tool-reference/space-time-pattern-mining/emerginghotspots.htm. Acesso em: 8 maio 2023.

FIALHO, N. H. Chão desigual – a categoria espaço/território no contexto da pesquisa e da pós-graduação em educação no Brasil. In: NASCIMENTO, A. D.; HETKOWSKI, T. M. (org.). Educação e contemporaneidade: pesquisas científicas e tecnológicas. Salvador: Edufba, 2009.

KANG, Y.; CHO, N.; SON, S. Spatiotemporal characteristics of elderly population’s traffic accidents in Seoul using space-time cube and space-time kernel density estimation. PLoS one, v. 13, n. 5, p. e0196845, 2018. Doi: 10.1371/journal.pone.0196845.

KEMPTON, L.; REGO, M. C.; ALVES, L. R.; VALLANCE, P.; SERRA, M. A.; TEWDWR-JONES, M. Putting universities in their place: An evidence-based approach to understanding the contribution of higher education to local and regional development. Routledge, 2021. 92 p.

MAIA, J. A.; STROHAECKER, T. M. Contribuições da expansão das instituições de ensino superior na formação de centralidades e polos de crescimento no Rio Grande do Sul: uma análise do seu alcance espacial. In: MACEDO, F. C. de; NETO, A. M.; VIEIRA, D. J. (org.). Universidade e território: ensino superior e desenvolvimento regional no Brasil do século XXI. [recurso eletrônico]. Brasília: IPEA, 2022. cap. 11, p. 355-390. Doi: 10.38116/978-65-5635-030-1

MARQUES, A. C. H.; CEPÊDA, V. A. Um perfil sobre a expansão do ensino superior recente no Brasil: aspectos democráticos e inclusivos. Perspectivas, São Paulo, v. 42, p. 161-192, jul./dez. 2012. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/perspectivas/article/view/5944. Acesso em: 19 ago. 2020.

MARTINS DE SOUZA, E.; PINHO DE ALMEIDA, L. Políticas públicas para a educação superior no Brasil e a mobilidade estudantil interna. Trayectorias Humanas Trascontinentales, ne. 4, 2019. Doi: 10.25965/trahs.1526.

MORCHE, B. A expansão do sistema de Educação Superior no Brasil, na China e na Índia: uma análise comparada. 2013, 126 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. 2013.

ORGANIZAÇÃO PARA A COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO (OCDE). Internationalisation and Trade in Higher Education: opportunities and challenges. OECD: Paris, 2004. Doi: 10.1787/9789264015067-en. Acesso em: 19 ago. 2020.

OLIVEIRA, V. G. de; DEPONTI, C. M. A contribuição das Universidades para o desenvolvimento regional: um estudo a partir da visão Schumpeteriana de inovação e de desenvolvimento econômico. Colóquio da Revista do Desenvolvimento Regional. v. 13, n. 1, jan./jun. 2016. Doi: 10.26767/380

SANTOS, M.; SILVEIRA, M. L. O Brasil: território e sociedade no início do século XXI. 16. ed. Rio de Janeiro: Record, 2012.

SERRA, M.; ROLIM, C.; BASTOS, A. P. Universidades e Desenvolvimento regional: as bases para a inovação competitiva. Rio de Janeiro: IDEIA D, 2018.

SCHERER, C. E. M.; AMARAL, P. V. M. do. O espaço e o lugar das cidades médias na rede urbana brasileira. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais, v. 22, 2020. Doi: 10.22296/2317-1529.RBEUR.202001

SCHERER, C. E. M.; AMARAL, P. V. M.; FOLCH, D. A comparative study of urban occupational structures: Brazil and United States. Rev. bras. estud. popul., n. 36, 2019. Doi: 10.20947/S0102-3098a0097.

SCHWARTZMAN, S. (org.). Universidades e desenvolvimento na América Latina: experiências exitosas de centros de pesquisas. Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisas Sociais, 2008. 336 p. Disponível em: https://www.schwartzman.org.br/simon/ianas.pdf. Acesso em: 8 maio 2018.

SGUISSARDI, V. Universidade pública estatal: entre o público e o privado/mercantil. Campinas, Educ. Soc., v. 26, n. 90, p. 191-222, jan./abr., 2005. Disponível em: https://curtlink.com/xFOmlwn

SILVA, L. T. A política de expansão da rede federal de educação, científica e tecnológica e suas implicações no desenvolvimento local e regional no Estado da Bahia. Revista Vozes dos Vales: Publicações Acadêmicas, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Minas Gerais, n. 7, ano IV, 2015.

SIMÕES, R.; AMARAL, P.V. Interiorização e novas centralidades urbanas: uma visão prospectiva para o Brasil. Revista EconomiA (Brasília), v. 12, n. 3, p. 553-579, 2011. Disponível em: https://www.anpec.org.br/revista/vol12/vol12n3p553_579.pdf.

SOUZA, R. C. de. A Expansão e a interiorização do ensino superior no Brasil e o desenvolvimento regional: o caso de Pau dos Ferros-RN. In: MACEDO, F. C. de; NETO, A. M.; VIEIRA, D. J. (org.). Universidade e território: ensino superior e desenvolvimento regional no Brasil do século XXI [recurso eletrônico]. Brasília: Ipea, 2022. cap. 10, p. 331-355. Doi: 10.38116/978-65-5635-030-1

TEIXEIRA, P. N. Financiamento do ensino superior: desafios e escolhas. In: CICLO DE SEMINÁRIOS INTERNACIONAIS EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI: MODELOS DE SUCESSO, 2, 2009, Brasília. Seminários... Rio de Janeiro: SENAC: Comissão de Educação e Cultura da Câmara de Deputados: Confederação Nacional do Comércio e Instituto Alfa e Beto, 2009.

TRIPPL, M.; SINOZIC, T.; SMITH, H. L. The role of universities in regional development: conceptual models and policy institutions in the UK, Sweden and Austria. European Planning Studies, v. 23, n. 9, p. 1-19, 2015. Doi: 10.1080/09654313.2015.1052782.

VIEIRA, D. J.; MACEDO, F. C. de. Crescimento e configuração regional do sistema de ensino superior brasileiro no século XXI. In: MACEDO, F. C. de; NETO, A. M.; VIEIRA, D. J. (org.). Universidade e território: ensino superior e desenvolvimento regional no Brasil do século XXI [recurso eletrônico]. Brasília: IPEA, 2022. cap. 1, p. 29-94. Doi: 10.38116/978-65-5635-030-1

Publicado

2023-11-03

Como Citar

Santos, F. P., Amaral, P., & Luz, L. (2023). Expansão do ensino superior e a distribuição regional das universidades brasileiras . Revista Brasileira De Estudos Urbanos E Regionais, 25(1). https://doi.org/10.22296/2317-1529.rbeur.202317

Edição

Seção

Artigos - Planejamento e Políticas Públicas